Seis prefeitos não tomam posse em Pernambuco

por Carlos Britto // 01 de janeiro de 2009 às 19:00

Em Pernambuco, seis dos 184 prefeitos eleitos em outubro passado não tomam posse, hoje, porque tiveram seus diplomas cassados pelo Tribunal Regional Eleitoral. Mas nem todos terão novas eleições. Pela lei eleitoral, a justiça só convoca um novo pleito caso o candidato cassado tenha obtido mais de 50% dos votos válidos, como é o caso de Lagoa Grande. Existem mais oito municípios cujos eleitos assumem correndo o risco da cassação. Veja abaixo as duas listas:

Prefeitos cassados

Araçoiaba – Hildemar Alves Guimarães, o Cuscuz (PSB)

Caetés – José Luiz de Sá Sampaio (PSB)

Calumbi – Erivaldo José da Silva (PSB)

Lagoa Grande – Jorge Garziera (PMDB)

Pombos – Cleide Jane Oliveira – Jane Povão (PR)

Quipapá – Reginaldo Machado (PSB)

Tomam posse, mas têm pendências judiciais:

Barra de Guabiraba – Alberto Pereira de Albuquerque – Bebeto (PMDB)

Bodocó – Brivaldo Pereira Alves (DEM)

Exu – Welinson Jean Moreira Saraiva (PSDB)

Ipojuca – Pedro Serafim (PDT)

Itacuruba – Romero Magalhães Ledo (PSB)

Lajedo – Antônio João Dourado (PDT)

Sirinhaém – Fernando Urquiza (PTB)

Tracunhaém – Graça Lapa (PSB

Fonte:Blog do Magno

Seis prefeitos não tomam posse em Pernambuco

  1. Mayara Shirley B.S da Silva disse:

    Eu gostaria de saber oq esta aconteçendo com o prefeito eleito no exu?
    Se ele já foi julgado pela a justiça eleitoral…….

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.