Secretário de saúde de Juazeiro defende vinda do Imip para gerir Regional

por Carlos Britto // 26 de junho de 2009 às 18:48

sec-ubiratan-pedrosaSe em Petrolina o Imip está se tornando um fardo para a prefeitura, na vizinha cidade de Juazeiro o secretário municipal de Saúde, Ubiratan Pedrosa, defende a terceirização do Hospital Regional nas mãos do instituto como saída para minorar os problemas do setor.

A declaração de Pedrosa foi dada durante o Programa Sem Fronteiras (Rádio Juazeiro AM). Na tentativa de acabar com os ruídos em torno do assunto, o secretário garantiu que a atual administração não teve nenhuma participação nesse processo.      

“O processo foi iniciado ano passado, e foi uma decisão da Secretaria de Saúde da Bahia. Foi uma decisão autônoma. O Regional não é o único hospital da Sesab que tem a administração terceirizada no estado da Bahia”, retrucou Pedrosa.

Sobre os problemas decorrentes em Petrolina com a vinda do Imip para gerir o Dom Malan, o secretário disse que são processos completamente distintos. “Em Petrolina não houve licitação”, argumentou.

Além disso o secretário justificou que, pelas informações que tem recebido, a principal questão referente ao Imip-Dom Malan é que o acordo contratual firmado pelo município não vem sendo cumprido. “O Imip vem recebendo menos da metade dos recursos que deveria receber pelo contrato original. Evidente que isso tem impacto na forma de operar o hospital”, concluiu.  

Secretário de saúde de Juazeiro defende vinda do Imip para gerir Regional

  1. Em Juazeiro vai ser diferente, tanto no que se refere ao tipo de atendimento como no financiamento.
    Em quanto em Petrolina o IMIP atende apenas pediatria, ginegologia e obstetrícia, em Juazeiro ele terá um desafio a mais: Ser um hospital geral, acolhendo clínica médica e cirurgia geral além das três áreas que já atende em Petrolina.
    No quesito financiamento também difere pois em Juazeiro a maior parcela da conta será bancada pelo Governo do Estado, passo que em Petrolina o pagamento compete em sua maior parte ao Município.
    Mas vejo ainda outra diferença: a organização da atenção básica. Juazeiro AINDA tem mais médicos do que Petrolina. Digo AINDA, pois pelo “andar da carruagem” o concurso público para médicos em Petrolina deve inverter esta proporção!
    aluilce@spfc.com.br

  2. Sou mais Fundação Saúde disse:

    Fardo!!!! com a vinda do IMIP a saúde em Petrolina deu um salto de qualidade. E olha que tudo é bancado pela Prefeitura. Em Juazeiro, grande parte da conta quem vai pagar é o Estado. Aí está a diferença.

  3. Interessada disse:

    Quem entende do assunto opina com propriedade!
    Parabéns Ubiratan, se em Petrolina tivesse um gestor como você certamente o HDM estaria funcionado em sua plenitude!!!
    Paguem ao IMIP que as coisas vão funcionar, certamente!

  4. UTI disse:

    Apesar dos recursos serem repassados pelos Governos Federal e Estadual, o Hospital Regional reabrirá com nova missão, pois atenderá a pacientes de toda região, sendo que estes pacientes serão de complexidade. ONCOLOGIA, NEFROLOGIA E INFECTOLOGIA, áreas bem específicas e de lenta recuperação e elevado custo. Daí, com a carência que tem a região, os recursos serão suficinetes? Quais são eles?

    Imaginem um hospital de 164 leitos atender a uma grande região, que já se divulgou neste mesmo blog, 26 municípios. Precisa além de recursos de uma excelente administração.

    Tenho que torcer pra tudo dar certo, afinal solucionará e também amenizará quem precisa destes tratamentos e que buscam outros centros mais avançados, como SALVADOR E RECIFE.

  5. Dr House disse:

    Os cidadãos e cidadãs juazeirenses estão de parabéns , o IMIP é uma instituição séria e trabalha com competência e humanização no atendimento aos mais pobres. Infelizmente em Petrolina estamos tendo dificuldades no repasse dos recursos, acho que está na hora do governo estadual e federal ajudar Petrolina a manter o IMIP na nossa cidade, a maior beneficiária seria a população que teria um atendimento de qualidade .

  6. Anselmo disse:

    Cada macaco em seu galho. Ouvir as opiniões de quem entende do assunto nos refrigera a alma e nos dá uma luz para que a saúde de fato atenda as pessoas mais humildes e carentes de nossa região, tenho dito que acredito muito no trabalho do Secretário de Saúde de Juazeiro, pelo seu currículo e a sua franqueza quando trata do assunto saúde, é preciso acreditar.

  7. sarita disse:

    engraçado não vejo em juazeiro prfeito nem secretário com lamentações, culpando os outros, mas em petrolina é um chororô só.

  8. Manezim do Juá disse:

    Parbéns à todos pelo alto nível da discussão.
    A licitação foi ganha pelo IMIP com um valor mensal de R$1.790.167,69.
    O Secretario de Saúde de Juazeiro trasmite seriedade e uma segurança muito grande.

  9. JUAZEIRO NÃO PODE CALAR! disse:

    O senhor Ubiratan é um homem sério e muito competente mas o que houve em Petrolina foi não ter existido uma LICITAÇÃO ao que parece o IMIP chegou também com olhos gordos pensando que iria se dar bem e acreditou em contrato exorbitante para a realidade da Prefeitura de Petrolina e agora está se dando mal, o que deve ser feito é o IMIP entregar o hospital para a Prefeitura e a Prefeitura devolver para o Estado aí então o Estado abriria uma LICITAÇÃO legítima sem ser como a Juazeiro que há 1 ano antes já se sabia o vencedor e aí sim se ganhasse o IMIP ou qualquer outra instituição não teria como a Prefeitura ou o Estado deixar de pagar.
    Senhor IMIP isto sim é que foi um tiro no próprio pé direito.
    Cuidado para aqui em Juazeiro você não dar também um tiro no pé que lhe resta, ou seja, o esquerdo.

  10. O falador disse:

    Não concordo de forma alguma com a terceirazação dos hospitais públicos, isso é apenas uma maneira de tirar a responsabilidade dos gestores públicos (estado e município), além de precarizar os vínculos trabalhistas, afinal de contas a constituição é clara quando diz: SAÚDE É DIREITO DE TODOS E DEVER DO ESTADO, o que o IMIP quer cobrar de Petrolina é um absurdo não justifica o serviço prestado, FORA IMIP E SUA CORJA.

  11. observador disse:

    Pelo visto Dr. Aluilse já esta se preparando para abandonar o navio e passar para o outro lado do rio, logo ele que elogiava tanto a gestão de Juazeiro, quem diria? Nada melhor que um dia após o outro. Realmente com os novos valores de salários oferecidos por Petrolina e sabendo que a maioria dos médicos moram lá, ficará difícil para Juazeiro manter seus PSFs com médicos.

  12. Feeling disse:

    Parabéns ao Secretário de Saúde, nota -se a compentecia que assumi o cargo…Foi secretário municipal de Saúde de Itabuna e secretário da Saúde do Estado de Alagoas. No governo do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi convocado para trabalhar no Ministério da Saúde. Muito boa escolha prefeito!

  13. Caro “observador”:
    Não tenho interesse de trocar Juazeiro por Petrolina. Já trabalhei em Petrolina e hoje trabalho em Juazeiro, mas quem como eu conhece os “2 lados do rio” sabe que a estrutura de atenção básica em Juazeiro é melhor que a de Petrolina. Para eu que “faço PSF porque gosto e tiro plantão porque preciso”, não conta apenas o valor do salário, mas as condições de trabalho também. Não estou no PSF apenas temporariamente ou até como dizem alguns “aparecer algo melhor”; Estou no PSF porque é a área de trabalho médica em que eu melhor me sinto trabalhando. Assim só o fato de Petrolina pagar mais do que Juazeiro não me fará “mudar para o outro lado do rio”.
    Elogiei e vou continuar elogiando a competência do secretário, mesmo não tendo votado em Isaac.
    Mas também não é por isto que vou deixar de dizer que Juazeiro vai perder médicos sim. Ao menos uns 3 ou 4 nos próximos 60/90 dias e outros tantos após o concurso de Petrolina. Salvo se Juazeiro fizer mesmo o concurso e “lançar” seu edital antes que Petrolina o faça!
    aluilce@spfc.com.br

  14. Feeling disse:

    Se fosse assim não haveriam professores em Pernambuco porque todos sabems que Juazeiro paga BEM melhor os educadores da rede estadual!

  15. o profeta disse:

    Então se é assim feeling, vamos pagar pra ver…daqui há alguns dias voltaremos a nos encontrar aqui e contaremos quantos médicos migraram para Petrolina. Nessa aposta nossa só quem saí perdendo é a população de Juazeiro. E se vc fizer parte deste universo lamentarei por vc.

  16. Feeling disse:

    Não meu caro eu tenho plano de saúde da UNIMED não necessito do SUS não… aproveite e veja se consegue visualizar a cidade devastada pelo atual gestor o Sr. Lóssio!

  17. O falador disse:

    Feeling de papai deveria ser expulso desse mural, sujeito arrogante e sem noção é preconceituoso ao extremo representa bem o grupo político que defende. Se você não precisa porque tem plano de saúde saiba que a maioria dos juazeirenses depende desse tipo de atendimento, não pense apenas no seu umbigo é claro que o profeta tem razão só que sai percendo é o povão.

  18. Feeling disse:

    Meu caro vai se tratar… se ninguém pedir sua opinião fique calado e se alguém pedir, também fique calado. Ganhamos bem mais sem os seus comentários incautos por aqui! Ah e preconceituoso no geral não sou , apenas não me simpatizo com alguns pernambucanos! Hehe… =)

  19. Roberto Guedes disse:

    As viúvas de Odacy ficam fervorosas quando veem Lóssio devastar a rede de corrupção implantada em Petrolina. Contratar IMIP sem licitação aí tem coisa…..Vamos moralizar essa cidade!!!!! Dá-lhe Lóssio!!!!!!!!!!!!!!!!

  20. Carlito disse:

    O Lóssio realmente está devastando a cidade. Petrolina é um buraqueira só, e não venham culpar São Pedro. A saúde é um caos, o IMIP não recebe as verbas acordadas, o Trauma não tem cirurgião (os pacientes estão sendo operados por residentes de cirurgia de Salvador) e em boa parte dos PSF os atendimentos estão sendo realizados por enfermeiros porque não tem médicos, e até o pronto socorro José Maria está ficando às vezes sem plantonista. É o caos total. Fora isso, até os agricultores, que são o motor da economia local, estão tendo dificuldades com as exportações. Caos total.

  21. marlene gomes hasegawa disse:

    è uma pena que pessoas que se dizem letradas percam tempo em falar daquilo que não faz parte de sua realidade.O Imip chegou realmente para ajudar?Sem medicos capazes,sem bom atendimento para funcionarios e pacientes,pelo que sei e vejo no Imip não existe “saude é direito de todos”,crianças são transferidas para o trauma para estar no meio de patologias não descobertas,encaminhadas pelo Imip porque não tem neuropediatra,ou ortopedista,passam horas junto a pessoas realmente doentes.Saem traumatizadas,por que foram encaminhadas para o hospital errado,E tem mais não foi por muito tempo que ficou sem cirurgião,foi bom para a população ,que desde que foi inaugurado o HUT ,só faziam reclamar, nunca viram que os medicos passavam o tempo todo clinicando, tec. sem ter tempo para tomar aguá ou ir ao banheiro ,muitas vezes sem dormir,ou fazer uma refição.Se existe um culpado para o caos é realmente a população.Hoje acredita ser o imip,o melhor hospital .vamos ver daqui a sete meses,quando começarão ,ligar pedindo ajuda para manter o hospital,isso sim é a realidade,ninguem é atendido de graça o salario do diretor e dos outros que,se utilizam para comer,vestir comprar carros novos, e andar com o nariz impinado sai do bolso dos menos favorecidos,é ai que todos devem ter bom senso,não somente criticar ou elogiar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *