Secretário de Meio Ambiente de Juazeiro é exonerado após abordagem truculenta de fiscais a ambulantes

6
Imagem: Print video whatsApp

Na quinta-feira (20), após toda a repercussão negativa da abordagem dos fiscais da Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano (Semaurb) com o apoio da Guarda Civil de Juazeiro (BA), durante fiscalização e apreensão das mercadorias de alguns ambulantes no Centro da cidade, revoltando a população, o secretário Jadson Barros foi exonerado.

O prefeito Paulo Bomfim veio a público afirmando que essa não é a orientação dada aos fiscais. “Nossa orientação é de ordenar o trabalho de ambulantes, educar e, se necessário, até multar quando houver reincidência, mas jamais confiscar os bens desses trabalhadores”, disse.

A exoneração, segundo a prefeitura, vem em decorrência das medidas truculentas adotadas no trabalho de fiscalização dos ambulantes que circulam no Centro, prontamente reprovadas pelo gestor municipal.

6 COMENTÁRIOS

    • Tem que enfrentar mesmo, essas leis sanitárias a grande maioria são jabuticabas que só prejudicam os pequenos empresários, que não podem arcar com tantas exigências, além de não poder pagar o suborno como os grandes para não cumpri-las com rigor, com isso acabam na mira do governo.

      O caso das carnes podres e adulteradas da JBS é a maior prova de que a vigilância sanitária é uma QUADRILHA! 90% dos abatedouros públicos estão sucateados e recebem selo de qualidade dessa máfia aí.

  1. kkkkkk. Não parece mais tem. E sobrou para o secretário, ou foi só um engana trouxa, já já ele volta em outro cargo. Secretário sabia e prefeito sabia. O guardas estavam cumprindo a ordem que foi dada. Prefeito agora que dar uma de bonzinho. faz me rir A ordem foi sua Bonfim ou do Prefeito Isaac??

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

catorze + sete =