Secretário da Fazenda de Pernambuco teme colapso de Estados e municípios se auxílio demorar mais

6
Foto: Hélia Scheppa/Acervo JC Imagem

O secretário da Fazenda de Pernambuco, Décio Padilha, alertou, durante entrevista à Rádio Jornal na manhã desta segunda-feira (18), que a demora na sanção do auxílio emergencial de R$ 125 bilhões para Estados, o Distrito Federal e os municípios, pago em razão da pandemia do novo coronavírus, pode fazer com que as economias das unidades federativas e das cidades entrem em colapso.

Se essa lei não for sancionada até terça ou quarta desta semana, essa ajuda não chega nem no final de maio. Assim, vai haver um colapso financeiro nos 27 estados e 5.350 municípios“, disse.

O texto-base do projeto foi aprovado pela Câmara dos Deputados e pelo Senado, nos dias 5 e 6 de maio, respectivamente. Agora, o Projeto de Lei Complementar (PLP) 39/20 aguarda sanção do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Décio explica que, no total, Pernambuco vai receber R$ 1,77 bilhão dividido em quatro parcelas, destinado apenas para recursos de enfrentamento à Covid-19.”Pernambuco teria direito a R$ 1,77 bilhão dividido em quatro parcelas pagas no final do mês, exclusivamente para recursos contra a Covid, como EPIs, medicamentos e equipamentos”, frisou.

Déficit

O gestor da pasta expôs também que mesmo o auxílio e outras pacotes de ajuda aprovados não vão ser capazes de cobrir o déficit orçamentário do Estado, mas que vão ter importância para ajudar a economia de Pernambuco. “Dá um déficit de R$ 2,6 bilhões, mas isso não interessa mais nessa altura do campeonato. Seja qual for a ajuda, é bem vinda e tem que vir rápido“, disse. (Fonte: NE10)

6 COMENTÁRIOS

  1. Interessante…
    Os caras quebram os estados e municípios com medidas desproporcionais de combate à pandemia, fazem a festa com despesas sem licitação, mas o culpado é o Governo Federal por não transferir bilhões e bilhões que serão desviados assim que entrarem nos cofres.

  2. Ué, e o Governo Federal é quem paga a conta se os Estados e Municípios não cumpriram as determinações de deixarem o povo trabalhar? se revoltaram contra o Governo Federal e agora o querem culpar? recorreram até ao STF e agora a culpa é do Bolsonaro? não, essa culpa ele não tem, continuem fazendo política contra o Governo Federal mas não estendam a cuia pedindo auxílio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome