Secretária Magnilde Albuquerque afirma que Governo de PE “deve muito dinheiro” para saúde de Petrolina

0
Magnilde Albuquerque/foto: Blog do Carlos Britto

A secretária de Saúde de Petrolina, Magnilde Albuquerque, criticou o Governo de Pernambuco em relação à falta de repasses de recursos de sua responsabilidade para o município. A declaração foi dada ontem (6) ao Programa Carlos Britto, na Rural FM.

Ao responder a um ouvinte, Magnilde informou que o co-financiamento da saúde pública de Petrolina pelo Ministério da Saúde “é muito pouco”. Já quanto ao Estado, a secretária revelou que a gestão “deve muito dinheiro” ao município.

“O Estado não nos repassa o dinheiro da Atenção Básica, da assistência farmacêutica e do Samu desde 2014”, garantiu. Magnilde disse ainda que o repasse feito pelo governo federal baseia-se na tabela do Sistema Único de Saúde (SUS), que não é reajustada desde 2005. “Estamos há 14 anos com uma tabela de procedimentos no mesmo valor. Então, tudo isso dificulta sim o nosso trabalho”, comentou.

Apesar disso, a secretária destacou os avanços obtidos pelo setor no Governo Miguel Coelho, a exemplo da implantação da Plataforma ‘Petrolina Cuida’, abertura de 12 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), mutirões para zerar filas, aquisição de 21 consultórios odontológicos – entre outros. Segundo Magnilde, esses avanços se devem em parte aos esforços do atual prefeito em garantir recursos próprios para a saúde pública, além da força política da cidade através do deputado federal Fernando Filho, do senador Fernando Bezerra Coelho e, a partir deste ano, do deputado estadual Antônio Coelho (eleito pela primeira vez em 2018).

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome