Secretaria de Saúde de Santa Maria da Boa Vista nega denúncia sobre falta de medicamentos  

0
Foto: G1/reprodução

Em nota enviada a este Blog pela assessoria de comunicação da Prefeitura de Santa Maria da Boa Vista (PE), Sertão do São Francisco, a Secretaria Municipal de Saúde contestou a denúncia de um leitor do Blog publicadas esta semana, sobre a falta de medicamentos no Hospital Monsenhor Ângelo Sampaio. De acordo com a pasta, “a saúde pública no município é levada a sério, sobretudo considerando os esforços realizados pela prefeitura, no sentido de garantir à população uma saúde pública de qualidade”.

A gestão disse que as informações repassadas pelo autor da denúncia de que há falta de medicamentos, principalmente os analgésicos para dor de cabeça, estão equivocadas.

Possuímos medicamentos desde os mais essenciais para os mais complexos”, destacou o secretário Nelson Eduardo. Ele acrescentou que município gasta mensalmente R$ 120 mil na compra de remédios e o hospital realiza mais de 130 atendimentos diários, bem como o funcionamento continuado dos leitos de internações, a emergência e maternidade.

É notória e elementar que se fosse verídica a afirmação do leitor, como seria possível manter esses atendimentos diários sem medicamentos? Se o município não disponibilizasse de remédios não justificaria uma procura tão significativa como é a nossa demanda. Salientamos ainda que é realizada uma média de 30 cirurgias eletivas e pequenas em nossa clínica cirúrgica, onde são ofertados aos pacientes todos os cuidados pré e pós-operatórios e custos com dois cirurgiões, anestesista e equipe técnica instrumental”, ressaltou.

Para a secretaria, as informações podem ter sido forjadas por um denunciante que sequer se identificou e pode estar querendo fazer uso político para algum grupo em ano eleitoral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

dois × 1 =