Saúde em Petrolina: o caos se instala

por Carlos Britto // 06 de maio de 2009 às 08:39

É gravíssima a situação da saúde em Petrolina.

Médicos parando, entregando casos, denúncias de falta de habilitação profissional, filas e não atendimentos em hospitais que deveriam salvar vidas e um sem fim de desculpas inacabáveis.

Hoje (06) no rádio, assessores da prefeitura já admitem que o governo do estado mandou recursos, mas que são insuficientes.

A promotora Ana Rúbia, que tem a coragem de dizer o que não se diz e cobrar o que não se cobra, aumentou o tom:

A comunidade de Petrolina paga impostos de primeiro mundo e tem saúde de terceiro mundo. Dinheiro tem, o que falta é gestão competente“, garante ela.

Saúde em Petrolina: o caos se instala

  1. jose antonio disse:

    Ha 2 meses não havia problemas com o hospital de traumas, foi demitida a diretoria, que em 3 meses fazia o hospital funcinar e unica queixa que me lembro foi organizar a entrada de vereadores no hospital,chegou a atual administração dita extremamente qualificada e acontece todo esse caos ,o dinheiro dava agora não da mais,medicos sem qualificação importados de Salvador e o povo morrendo ,ai que saudade de Dr joaquim bedor, enf lusineide e outros.
    Eita secretariozinho ruim de serviço ,ta na hora de CAIR sozinho ou vai levar o prefeito junto

  2. Leonardo disse:

    É engraçado como ouvimos nas rádios as pessoas falando dos serviços prestados pelo Hospital de Trauma do Municipio de Petrolina. Passei a madrugada da sexta para o sabado desta semana que passou na urgencia do Trauma, realmente tem muito atendimento, principalmente por conta do feriadão, ao contrario do que falam fui muito bem atendido e não vi ninguem ficar sem atendimento, as vezes é dado prioridade aos casos mais graves, mas todos são assistidos o tempo todo, vi muita reclamação sim, de pessoas que querem ficar do lado dos pacientes o tempo todo, mas temos que entender que é um hospital de emergência, se liberasse a entrada de parentes talves causasse tumulto e o espaço de atendimento teria que ser reduzido. Sem contar que chegam ambulância de outros municípios o tempo todo, será que estes municípios transferem recursos da saúde para Petrolina? Talves ajudasse a melhorar a infra-estrutura daqui.

  3. epaminondas disse:

    alem desta questao ser polemica,as pessoas envolvidas na materia tambem o sao.
    o fato ,e que petrolina recebe muito dinheiro mesmo!
    a dra ana rubia parece que tem razao.
    “falta copetencia gerencial”
    julio, disse que ia resolver ,mas depois da campanha sumiu…
    falta gente pra trabalhaaar .
    no tempo de dr augusto coelho, era bem melhor.

  4. tadeu disse:

    leonardo vc ou esteve no hospital errado ou quer defender esses irresponsaveis que ai estão ,esperei por 5 horas atendimento por um cirurgião e sai com o dedo cortado com apenas curativo porque não dava mais pra costurar pelo tempo.esses comentarios é que maqueiam a atual situação,varios doentes esperando uti em uma sala chamada vermelha que nem medico tem de platão.É so ir la e ve

  5. Danilo disse:

    Todo mundo tá careca de saber que o problema da saúde de Petrolina vem de gestões anteriores, a bomba estava para explodir, e um dia iria explodir, chegou a hora de tomar medidas enérgicas para solucionar de vez esse problema, a população não deve pagar pelo erro de gestões anteriores.Ônde estão os nossos representantes, os vereadores, os promotores, que são pagos para fiscalizarem esse tipo de problema? Será que vamos ter que ver um holocausto da saúde para poder acordar ? Não seria tarde demais? A doença não avisa a hora que chega, temos que ter uma equipe bem entrosada e dinâmica, pronta para solucionar os problemas. Dinheiro tem muito, o que falta mesmo é competência para empregá-lo.

  6. Opara disse:

    A saúde pública em Petrolina melhorou muito, não por causa da Nova Petroliana, mas pela mudanças de gerência que foram implementadas no governo Odacy Amorim. Não podemos perder o bonde. Voltar a falta de respeito com a população, como era antes. Os médicos não são mais importantes que o povo.

  7. Amâncio disse:

    Esta é nova Petrolina!

    Quem não tem competência não se estabelece…

    FORA INCOMPETENTES – TODOS OS INCOMPETENTES!!!

  8. IRRITADO disse:

    Quem quizer falar mal que fale, mas o unico hospital que atende bem a população das 52 cidades circunvizinhas a Petrolina é o Hospital de Traumas.
    Força Dr. Julio.
    Reucuar, já mais

  9. Talibã Petrolinense disse:

    O primeiro problema da saúde de Petrolina são os médicos. O mais antigos em Petrolina estão podres de ricos (passam a botar banca) e os que vão chegando, querem enricar da noite par o dia. Para se ter uma ideia, pobre não tem acesso a dermatologista em Petrolina. Uma consulta nessa área é um absurdo e a escassez desse profissional na região faz com que haja política de imposição de preço. O 2º problema é de ordem política, já que ninguém consegue resolver o problema da saúde no Brasil. É como a indústria da seca. Nunca tem fim. É meio para se desviar dinheiro público.

  10. Maria disse:

    O Talibã Petrolinense está certo.
    O profissional, comerciante da saúde, tem que colocar de uma vez por todas que não são deuses, são profissionais como qualquer um outro, sujeito ao mercado. Eles inflacionam o mercado da saúde, não atendem como devem atender, cobram caríssimo pelos serviços que não prestam, ora, fazer uma consulta perguntando ao doente o que tem, nem sequer olhar na cara do indivíduo, mandar fazer um catatau de exames caríssimos, tudo isso em questão de pouquíssimos minutos ou até segundos, para dar tempo de consultar o maior número possível e ganhar R$ 120,00 / 200,00 pelo que se chama consulta, é uma assombração! E o povo idiota se sujeita a isso! A culpa é do próprio povo que permite isso tudo.

  11. Observando e comentando disse:

    É o prefeito da saúde…
    Muito me interessa informar-me sobre essa sitação caótica em que se encontra a saúde de Petrolina. Falar em campanha política com lágrimas nos olhos é uma coisa, mas AGIR depois de eleito, heim, Sr. prefeito???
    O que se sabe é que em épocas de CRISE tem que valorizar o que temos mas o Sr. Dr. Júlio prefere contratar médicos, diretores para o Hospital de Traumas, empresa para fornecer alimentos para os funcionários, outras cidades, de outros estados. Putz Dr…. QUEM te ELEGEU foi o POVO DAQUI!!! E, como se não fosse só quem te elegeu… são profissionais COMPETENTÍSSIMOS que, a sua pessoa conhece melhor do que nós, leigos, pq trazer TANTA gente não sei de onde?! Se a finalidade for fazer do Hospital de Traumas a TORRE DE BABEL, PARABÉNS! O Sr. Dr. Está conseguindo. Só peço que fale com esses forasteiros que mantenham o diálogo aberto aos funcionários da saúde e não se enclausurem em suas salas confortabilíssimas e respondam aos seus funcionários: ” estamos estudando”. Se é pra estudar, que estudem, mas só DIRIJAM o hospital com a tarefa de casa BEM feita, pois de estudante o TRAUMAS já está CHEIO (de estudantes competentes – UNIVASF) e não de pessoas que dizem que a sáude DEVE reduzir os gastos a 30% e dão aumento de salário de 150%. QUe matemática é ess? ACORDA Dr. Júlio! Quem te elegeu foi o povo competente de Petrolina!!! Visite as unidades de saúde, converse, dialogue com os profissionais da área e veja que estão todos decepcionados com suas atitudes surreais. Valorize os profissionais.

  12. Observando e comentando disse:

    E o Hospital de Traumas agora é uma INSTITUIÇÃO FAMILIAR! A comitiva chega de TÁXI, o Diretor de enfermagem além de ser recém formado, está trabalhando pela 1ª vez e ainda truxe sua noiva para ser ENFERMEIRA CHEFE DA EMERGÊNCIA, o diretor médico trouxe seu esposa para ser a ÚNICA buco-maxilo-facial, e, o diretor administrarivo trouxe sua noiva para ser a CHEFE DE NUTRIÇÃO do hospital!!! Acreditem!!!!E esse povo veio e NEM FIZERA SELEÇÃO, enquanto quem fez a seleção aguarda ser chamado. Dr. Júlio, cadê vc?
    Clamo pra uqe o Estado entre nessa luta, pq desse jeito não pode ficar. Esse hospital tem que ser auditad, pq além de tudo há muito NEPOTISMO, salários diferenciados… tanta coisa… alguém por favor tome uma proviedência! Estão gastando nosso dineiro com pessoas desconhecidas! Estão DESVALORIZANDO nossos profissionais! Os enfermeiro trabalham sobre grande estresse. Estão adoecendo!

  13. Observando e comentando disse:

    … e esse SUPERIORES nem olham para seu subordinados. Olham como se não estivessem vendo ninguém. Dão propostas de redução de 40% aos funcionários, além de ser ILEGAL é IMORAL. Mas o que acontece é que quem dá essa proposta já tem todos os seus coleguinhas para fazerem a festa na casa de mãe Joana, digo, no Hospital de Traumas. E depois vem a direção servindo COFFE BEAK para o dia do enfermeiro. Não seria melhor tratá-los bem? Pq comida, com certeza esses profissionais têm em casa. Sinceramente, não entendo o que está se passando. Onde estão as autoridades dessa cidade, cadê a UNIVASF pra entrar nessa briga? Kd a promotoria pra fazer investigar o porquê de o hospital está nas mãos desse povo de fora. Pelo amor de Deus, acordem. Eu sou uma pessoa só para protestar! Tento divulgar, mas ninguém comenta, ninguém toma uma providência. Os funcionários trabalham somente para cumprirem suas cargas horários, pois não há satisfação alguma em ver seus queridos colegas de trabalho serem demitidos e mal tratados.
    Ao se encerrar um contraro, o profissional escuta um SONRO , “não queremos mais os seus serviços, xau!” E tais profissionais foram quem estavam lá quando o hospital abriu, quem lutou pra vê-lo funcionar. Pessoas capacidades e CONHECIDAS. Não são esses calndestinos engomadinhos que ninguém sabe de onde saíram.
    Imploro providência!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *