Ruy Wanderley critica interferência do STF nas casas legislativas do país

por Carlos Britto // 13 de setembro de 2023 às 16:59

Foto: Nilzete Brito/Ascom CMP

Relator da Comissão de Constituição, Justiça e Legislação Participativa da Câmara Municipal de Petrolina, o vereador governista Ruy Wanderley (PSC) fez um duro desabafo, na sessão de ontem (12), ao comentar o projeto de lei do Poder Executivo que dispõe sobre o pagamento do piso dos enfermeiros e técnicos de Enfermagem. O alvo de Ruy foi a Corte máxima do país: O Supremo Tribunal Federal (STF).

Ao destacar a “luta árdua” dos profissionais de Enfermagem junto ao Congresso Nacional em busca da implantação do piso, Ruy lamentou o posicionamento do STF em travar o projeto por quase três anos. Em 2022 a lei foi sancionada pelo então presidente Jair Bolsonaro, mas o ministro do STF, Luis Carlos Barroso, suspendeu o piso. Em sua justificativa, Barroso afirmou que havia risco de insolvência pelos Estados e municípios, que empregam a grande maioria dos enfermeiros do serviço público. O ministro também justificou a decisão com o risco de demissões em massa e de redução de leitos com o encolhimento do quadro de enfermeiros e técnicos. 

Mas para Ruy, o STF se colocou como legislador, quando essa função cabe às casas legislativas, e não ao Supremo. “O Poder Legislativo perdeu sua finalidade no Brasil, porque quem faz as leis são as câmaras de vereadores, as assembleias legislativas, a Câmara e o Senado. Infelizmente as leis hoje estão sendo impostas pel Supremo Tribunal Federal. Até acho que, como está, deve acabar com as casas legislativas, porque não faz sentido pagar salários de vereadores, de deputados e senadores para fazerem as leis, e quando as leis são feitas, chegam ao STF e eles dizem como é que devem ser feitas. Eu me envergonho de ver o que está acontecendo no nosso país”, alfinetou o vereador.   

Ruy Wanderley critica interferência do STF nas casas legislativas do país

  1. MULA LADRÃO! SEU LUGAR É NO CAIXÃO! disse:

    CORRETÍSSIMO, O RUI! O judiciário sendo representado em sua corte maior, por um bando de rasgadores da Constituição! Não são juízes de verdade! São apadrinhados por políticos ladrões, que os nomeiam sem concurso, sem capacidade jurídica e sem conduta ilibada, para defenderem criminosos na corte “máxima” do país!
    E pior ainda! Promotores, Procuradores Federais e Juízes de instâncias inferiores dizendo “AMÉM” para esses usurpadores do LEGISLATIVO! Que prendem cidadãos de bem e soltam criminosos e políticos ladrões!

  2. Paulo disse:

    Tem um Demônio na presidência e uma porção no STF e um bando de jumentos que colocaram ele la

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Últimos Comentários

  1. A manutenção da estátua de Daniel Alves manterá também a contradição de seus atos. Hoje os monumentos também servem para…