Rotary quer ampliar experiências de Márcia

por Carlos Britto // 25 de fevereiro de 2009 às 16:47

O Rotary Clube de Petrolina convidou a vereadora Márcia Cavalcante para uma conversa. Queria saber mais sobre os programas sociais com nebulizadores e cursos de capacitação para pessoas carentes em bairros periféricos coordenados por ela já há alguns anos.

A intenção do rotary é aprender mais para projetos futuros ou apoiar mais diretamente os seus programas ampliando para que mais pessoas tenham acesso.

Rotary quer ampliar experiências de Márcia

  1. Paulo disse:

    Valeu vereadora!

    Competência e compromisso. Márcia já está provando que tem.
    Parabéns! Continue assim.

  2. Vital Maurilo disse:

    Parabéns ao Rotary Clube de Petrolina e a vereadora Marcia Cavalcante por esta magnifica ação.

    Valeu Dra. Marcia. Mostre por que veio. !!!!!!!!

  3. O Macaco disse:

    O mérito de Drª Marcia é inegável neste trabalho de doação de nebulizadores. Trata-se de um sentimento autêntico de humanidade dela. Acontece que, por esta mesma pessoa se dispor a exercer um mandato político, muita gente começa vincular uma coisa à outra e o próprio autor do bonito gesto, inevitavemente, também passa aliar o útil ao agradável. Ai, aquele sentimento deixa de ser exclusivamente humanitário e passa a ter o objetivo de buscar voto. Mas nada disto seria condenável se a política brasieira não fosse disvirtuada da pureza em usá-la para servir aos outros. O uso do poder pelo poder, a busca incessante dos privilégios e o uso do público em benefício do privado termina desmitifiando o exercício do mandato eletivo como forma de se doar pelo interesse comun a todos. É tão incrivel esta inversão de valores, que muitos políticos bem intensionados, como Drª Márcia, mesmo se esforçando para fazer valer o seu disprendimento puro de humanidade, termina jogando tudo no mesmo tabuleiro como moeda política, porque não tem como divorciar todas suas ações na sua vitrine durante o embate político eleiral. O Ratary Clube pelo seu lema de servir sem ser servodo, muitas vezes deixa de ver determinadas influências de suas ações humanitária também em movimentos políticos de um ou outro rotariano. Ainda bem que nos seus quadros de associados sempre existem membros de orígens é ligações partidárias diferentes. Normalmente alguém deles se dão conta e levantam o problema para fazer valer o lema de servir sem olhar a quem, mas ser servido. Talvez por isto o Rotary, como cita esta matéria aqui comentada, não possa apoiar mais diretamente o programa da Drª Marcia e sim reforçar este tipo de trabalho para que mais pessoas tenham acesso a estes benefícios de forma desvincunlada da política partidária. Creiam, Senhores leitores, esta é uma questão muito questionável e que, de certa maneira, dificulta o sinergismo do trabalho do Rotary com o do rotariano político. Talvez o rotariano tenha mais condições de entender estas minhas colocações porque este dilema é sempre vivenciado por eles.

  4. tabareo disse:

    O Rotary não precisa aprender nada ,muito menos de vereadores,ja presta serviço as comunidades sem precisar de professor ha muitos anos e no mundo inteiro.Não é permitido ao Rotary e os rotarianos se envolverem com politica.

  5. ROBSON PATRÍCIO disse:

    É minha gente, é preciso muito mais do que politicas serias pra se fazer o povo compreender que não existe má fé nas pessoas que se dizem de boa intenção, nos projetos que tendem a colaborar com o desenvolvimento social de uma sociedade, que fragilizada pela falta de poder aquisitivo se entregam aos desmandos e a desonestidade, passando todos a acreditarem que tudo tem que ser através de uma moeda de troca.
    A politica nos ensinou a ser corrompidos por este sistema, pra que se pudesse burlar as normas, leis são criadas no legislativo, como forma de dificultar as velhas magicas politicas, mais sempre surge algo novo.
    O que nos resta é, quando conhecemos alguém que se demostra popular, humana e leal aos seus principios, no minino devemos por obrigação dar nossa palavra de credibilidade, diante disto devo dizer que aprendi a gosta da Vereadora Marcia Cavalcante pela sua simplicidade e que o Ratary esta de parabéns pelo possivel apoio que possa vir a se concretizar.

  6. O Macaco disse:

    Tabareo, com todo respeito à matutisse comun a todo tabaréu, devo lhe dizer:
    1- ninguém sabe tudo e quem mais ensina é quem mais aprende;
    2- não é proibido ao político pertencer ao quadro de rotariano. O que o Rotary não permite é que se use, nem por insinuações, o serviço prestado como rotariano em troca de votos na politica eleitoral.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *