Ronaldo Silva diz que não fará parte do ‘quanto pior, melhor’, mas garante: “Não me calarei”

por Antonio Carlos Miranda // 26 de maio de 2022 às 15:59

Foto: Nilzete Brito/Ascom CMP

Ratificando a informação surpreendente divulgada pelo Blog, o vereador Ronaldo Silva (UB) anunciou na sessão plenária desta quinta-feira (26), na Casa Plínio Amorim, que passa a reforçar a bancada de oposição ao prefeito Simão Durando Filho (UB). Ronaldo, que chegou a ser líder de governo do então prefeito Miguel Coelho (UB), junta-se aos colegas Alex de Jesus (Republicanos) e Gaturiano Cigano, os quais também romperam com o grupo político de Miguel.

Da tribuna, o vereador iniciou seu discurso de pouco mais de 10 minutos deixando no ar uma reflexão, que mais parecia um recado sutil aos ex-aliados. “Sem compromisso, você nunca irá começar. E o mais importante: sem consistência, você nunca irá terminar”, afirmou.

Em tom emblemático, Ronaldo ressaltou que continuará trabalhando por Petrolina, mesmo com as dificuldades que se apresentam no momento. “Na vida, nunca desista. Se você cai uma vez, duas, três, levante a cabeça. Acredito na política. Ela é uma ferramenta que está à sua disposição, ao toque de um dedo, mas que muda. A política é a maior ferramenta de transformação na vida das pessoas. E digo mais, caros colegas, é responsável pelo destino de uma nação”, ponderou.

Sem citar nomes, Ronaldo se disse indignado com “grupos que só pensam em si, e não na coletividade”. O vereador lembrou ter protagonizado na Casa uma polêmica envolvendo os custos dos festejos juninos de Petrolina, cujos preços garante que são “abusivos e superfaturados”. Como a maioria dos vereadores reprovou seu requerimento, pelo qual solicitava informações sobre o assunto, ele afirmou que acionará o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), bem como cobrará de Simão Filho “respostas contundentes e convincentes” sobre a licitação dos festejos.

Compromisso

Sobre sua atuação na liderança da bancada governista por um ano, Ronaldo disse que essa tarefa “valeu a pena”. Ele também destacou o compromisso de lealdade e fidelidade enquanto esteve no grupo de Miguel. Aproveitou para reforçar os votos de boa sorte ao atual líder, Diogo Hoffmann (PSC), mas disse que a partir de agora seguirá um mandato independente, “pelo fato de aceitar pensamentos que não estejam plenamente alinhados com meus princípios, minha ética e, acima de tudo, com o compromisso que tenho com as pessoas”, desabafou. O vereador garantiu que não manterá a política do ‘quanto pior, melhor’, porém afirmou que não vai se furtar de sua missão enquanto homem público. “Não irei permitir, nem me calar, com as pessoas que só pensam em surrupiar o bem público”, completou.

Ronaldo Silva diz que não fará parte do ‘quanto pior, melhor’, mas garante: “Não me calarei”

  1. Sempre Atento disse:

    Vereador que fica feito macaco logo,logo não terá mais nenhuma credibilidade com o povo, exemplo temos muitos, enquanto tem uma coisinha sobrando faz de tudo quando falta pau na boneca.

  2. Marcius disse:

    Humm. Esse cortaram foi, acabou.. Não sei como o povo é eleito. É cada vereador, que Deus me livre. Cada dia o povo vota pior.

  3. Marcius disse:

    Antes tinha esses mesmos custos absurdos e o vereador ficava pianinho. Vereador, só mudou o prefeito, mas é do mesmo grupo.

  4. MARCELO disse:

    será se o candidato de ronaldo silva ainda é miguel coelho ou segue guilherme e vai junto com raquel lyra?????

  5. Realista disse:

    Esse é o vereador mais sem credibilidade de Petrolina. Não entendo como ainda votam nesse tipo de vereador…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.