Romero Albuquerque quer nome da causa animal em nova pasta de Raquel Lyra

por Carlos Britto // 17 de janeiro de 2023 às 19:30

Foto: Alepe/reprodução arquivo

Árduo defensor da causa animal em Pernambuco, o deputado estadual Romero Albuquerque (UB) apresentou emenda modificativa à redação do Projeto de Reforma Administrativa do governo do Estado (3.841/2023). Ele propõe alterar a nomenclatura da Secretaria de Meio Ambiente, Sustentabilidade e de Fernando de Noronha, incluindo também “animais” na definição da pasta .

Pela proposta, o nome do órgão deve passar a ser “Secretaria de Meio Ambiente, dos Animais, Sustentabilidade e de Fernando de Noronha”. A alteração não é apenas na nomenclatura.

A emenda propõe que o governo promova a cultura de proteção, defesa e direitos dos animais, a educação e a prevenção para proteção e defesa de animais domésticos e domesticados, e estimule a captação de recursos humanos para as ações de proteção, bem-estar e direitos dos animais, além de apoiar órgãos públicos competentes na elaboração e implementação de políticas, programas ou projetos para promover o controle populacional de cães e gatos, entre outras alterações.

Albuquerque, que recentemente cobrou compromisso da gestão com a causa animal, diz que “a mudança é de suma importância para o crescimento e desenvolvimento de futuras políticas públicas em face dos animais“. O parlamentar mencionou a criação da Secretaria e do Departamento de Direitos Animais, vinculados ao Ministério do Meio Ambiente, e diz que trabalhará para a criação de uma Secretaria Executiva dos Direitos dos Animais no Estado. “A demanda sempre foi grande, necessária e urgente. Criar um novo órgão é atribuição do governo, que precisa avançar no trabalho em prol dos animais, e nós vamos lutar para sensibilizar a governadora a dar esse importante passo“, disse.

Romero Albuquerque quer nome da causa animal em nova pasta de Raquel Lyra

  1. Evangélista disse:

    Parabéns!! A Bahia devia seguir exemplo. E muito triste a forma como animais são tratados com descaso e crueldade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.