Roberto Carlos disputa cargo na assembléia

por Carlos Britto // 28 de janeiro de 2009 às 23:50

Fracassou a tentativa de acordo entre PT e PMDB em torno do nome do peemedebista Leur Lomanto para a primeira-secretaria na eleição para a nova Mesa Diretora da Assembléia. Isso porque a maioria da bancada peemedebista não aceitou se abster na votação para o cargo de presidente da Casa. Para evitar mais mal-estar com o governo Wagner, o PMDB queria sustentar uma posição de independência, liberando os parlamentares para que votassem como quisessem, embora a preferência seja pela candidatura de Elmar Nascimento (PR). Com isso, ficou definido que, na chapa de Marcelo Nilo (PSDB), Roberto Carlos (PDT) vai disputar a primeira-secretaria com o apoio do PT . Já o PT confirmou o nome de Fátima Nunes para segunda vice-presidência. Paulo Rangel, líder petista, lamentou que o PMDB não tivesse optado pela abstenção, hipótese que havia sido refutada pelo peemedebista Arthur Maia, o maior incentivador da candidatura de Elmar na legenda. “Essa disputa não é boa para a nossa aliança, pois estamos o tempo inteiro em rota de colisão. Isso mostra que PT e PMDB tem projetos diferentes”, afirmou Rangel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.