Rio São Francisco: Estudo confirma altos índices de coliformes fecais

por Carlos Britto // 17 de julho de 2012 às 20:10

Nesta semana foi realizada a segunda edição do Congresso Baiano de Engenharia Sanitária e Ambiental (Cobesa), em Feira de Santana (BA). E durante o encontro foi apresentado um trabalho desenvolvido pela Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA), em parceria com a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf).

O artigo, que avaliou a qualidade da água do Rio São Francisco, é de autoria do professor da Univasf e doutor Antonio Pereira Filho, com coautoria de Minéia Patrícia Góes Silva, Rosemary Matos da Silva, Mozart Nunes de Souza (todos da AMMA), além de Auriane Silva Brito (da Univasf).

Segundo a avaliação, foi diagnosticado que o índice de coliformes fecais está muito próximo do índice máximo permitido pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente. Além disso, também há excesso de fósforo, elemento que combinado aos coliformes, aumenta a produção de plantas aquáticas, indicativas de alto índice de poluição da água. As informações ratificam dados anteriores levantados pela AMMA. (fonte: Ascom PMP)

Rio São Francisco: Estudo confirma altos índices de coliformes fecais

  1. falador disse:

    ou seja,sujeiras de esgotos jogados no rio sem tratamento.

  2. INALDO MORENO DE SOUSA disse:

    Imaginemos cerca de duzentos anos várias cidades depositando seus dejetos sanitários em um rio qual seria o resultado? Precisamos construir estações de tratamento de esgotos, revitalizar aqs margens pra quem sabe amenizar alguns impactos poluidores causados pelas atividades antrópicas.Não sabemos até quando o “velho” vai aguentar!

    1. A+B=C disse:

      O problema é os esgotos que estão sendo jogados no rio na orla, e ninguem nunca viu pq tem um matagal na beira do rio.

  3. Grande novidade disse:

    Tô ouvindo isso desde 2004, cada dia que passa só mais um pra dizer a mesma coisa e nada é feito pra melhorar. Só piora.

  4. Cicinho da cacimba disse:

    O fazem os prefeitos ribeirinhos? Nada. O médico que postula a reeleiçāo deixará um legado triste: nada fez para melhorar a poluiçāo do velho chico. Já vai tarde!

    1. Naja disse:

      Não sabia que a empresa de esgoto de Petrolina fosse da prefeitura, eu achava que a Compesa fosse do Estado de Pernambuco. Tem cada coisa!!!!!!!!!

      1. Marcos disse:

        INFELIZ COMENTÁRIO DE MAIS UM LOSSIANO, A PREFEITURA TEM OBRIGAÇÃO DE JUNTO COM O MINISTÉRIO PÚBLICO, OU ENTÃO EXTINGA A SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE. ANALFABETO FUNCIONAL.

  5. Watergate disse:

    Tao pensando que merda evapora ?

  6. FILHO DE PETROLINA disse:

    pra resumir
    A COMPESA COBRA 40 % DE TAXA DE ESGOTO
    PRA JOGAR BOSTA DE UMA LAGOA PRA OUTRA LOGOA
    E DEPOIS JOGA AGUA DE BOSTA NO RIO SÃO FRANCISCO
    SEM COLOCAR NENHUM PRODUTO PRA LIMPAR A AGUA

    1. Naja disse:

      A promotoria do meio-ambiente e o MPF sabe, tem consciência disso, mas não fazem nada. Será que é porque a Compesa é do Governdo do Estado? Tenho certeza que se fosse do município eles viveriam processando o Município de Petrolina.

  7. Pedro Lino disse:

    Também com o que vemos na orla de Petrolina não podia ser diferente. É muito esgoto que a COMPESA joga nas margesn do rio em plena orla de Petrolina.

  8. Pasqualo disse:

    vcs ficam discutindo nada…pesquisa pra q? tá mais q óbvio q o rio nao tem nenhum tratamento. Parece piada pra iludir eleitor.
    boa merd***a

  9. Adão santos disse:

    sinto muito..nosso rio esta se acabando e ñ tem um cristão que estar no poder para ajudar a salvar com projetos !

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *