Rifada pela Frente Popular da disputa à Alepe, Maria Elena diz que apoiará nomes, mas admite: “Se tivesse estrutura eu insistiria”

7

maria elena_640x360Uma das cogitadas para disputar uma vaga na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) nas eleições deste ano, a vereadora Maria Elena viu com naturalidade a escolha do seu partido, o PSB, pelos nomes dos jovens Miguel Coelho e Lucas Ramos – respectivamente filho do pré-candidato a senador da Frente Popular, Fernando Bezerra Coelho, e do conselheiro do TCE Ranilson Ramos.

Ao Blog, Maria Elena ressaltou que da mesma forma que Fenando Bezerra “teve a grandiosidade” de adiar seu projeto político (o governo do estado), ao aceitar compor a chapa majoritária da Frente Popular como candidato a senador, ela disse também ter compreendido o momento.

Sem citar nomes, porém, a vereadora socialista disse não concordar com certos comentários feitos por integrantes do seu grupo com essa escolha do partido, reforçando o fato de que na Câmara Municipal também havia outras opções viáveis para a disputa. Além dela, outros dois socialistas também foram especulados para concorrer à Assembleia – Zenildo do Alto do Cocar e Osório Siqueira.

Aqui, sim, também tem nomes muito bons. Mas o que falta é uma estrutura de campanha. Com isso muitos deles ficam a depender de um gesto do Palácio, das lideranças maiores, que por sua vez tem seus nomes mais ligados em cima de pessoas que as ajudaram e que traíram. Pessoas que saíram desta Câmara e que nunca lhes foram computadas uma única derrota, mas só porque tiveram sua vontade contrariada, abandonaram o barco e foram para outra trincheira”, declarou. “Se eu tivesse essa estrutura, talvez eu insistisse”, completou a socialista.

Apoio

Ao reforçar que sempre se mostrou “de grupo”, Maria Elena deixou claro, no entanto, que a partir de agora não medirá esforços para apoiar os pré-candidatos não apenas da proporcional, mas da chapa majoritária. “Os nomes apresentados serão os meus nomes e os da minha família. A gente vai pra rua trazer essa vitória histórica que Pernambuco vai, mais uma vez, capitanear, abrindo um novo ciclo na política nacional com Eduardo, Paulo Câmara, Fernando Bezerra e os nossos pré-candidatos da Frente Popular, Fernando Filho, Miguel Coelho e Lucas (Ramos)”, completou.

7 COMENTÁRIOS

  1. Em Petrolina as escolhas se dão por outros critérios que não a legitimidade ou competência. Infelizmente a vereadora tem que engolir, e, ainda, por falta de independência, não verbaliza o que sente…..

  2. O que o governador fez com Fernando Bezerra, Fernando fez com Maria Helena. E olhe que desses aí ela sempre foi sua aliada de primeira hora. Nunca esteve ora no lá e ora ca, não. Se fosse por quem melhor se apresenta diante do eleitorado, por compromisso e lealdade ao grupo do PSB e da Frente Popular , ela seria, de longe a candidata natural a uma vaga na Assembleia Legislativa.

  3. é díficil… sertanejo para ser indicado para um outro cargo, tem que passar pela a turma do Litoral…Por isso vamos votar em João Branco em 2014…..o estrago este ano será grande.

  4. Prezo a Vereadora, pq ela segue a política enquanto equipe, e não simplesmente priorizando interesses pessoais, assumir uma ‘chapa’ é colocar o bem maior à frente do MEU EU, seu momento vai chegar, não conheço as lideranças dos dois jovens, não conheço o histórico deles na nossa região, muito menos as batalhas que eles travaram em pró da Sociedade, mas são nomes de peso, articulados, e que se será sua bandeira, será a minha também.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome