Retorno dos trabalhos plenários na Casa Plínio Amorim é marcado por novo embate entre Ronaldo e Professor Gilmar

4

Às vésperas da votação da denúncia de corrução passiva na Câmara dos Deputados, que tem como alvo o presidente da República Michel Temer (PMDB), o vereador governista Ronaldo Silva (PSDB) voltou a polemizar na Casa Plínio Amorim. A exemplo do que já havia feito no primeiro semestre, o governista disse que não é apenas Temer o único culpado pelo cenário de crise em que o país mergulhou.

Em tom provocativo, Ronaldo também considerou equivocado o termo “golpista” usado pelo PT contra Temer.

“Esse governo que aí está, de Michel Temer, é um governo golpista porque quem botou o golpista foi a oposição. Então, vocês têm de provar do próprio veneno”, alfinetou Ronaldo, dirigindo-se aos representantes petistas na Casa, vereadores Professor Gilmar Santos e Cristina Costa.

O governista ainda elencou uma lista do que considera “erros” cometidos pelos governos do PT nos últimos 12 anos. Ele citou basicamente os gastos feitos desnecessariamente pelo governo federal, na Era Lula e Dilma, que poderiam ter sido utilizados em áreas essenciais como saúde e educação. “Fomos heróis em ter sobrevivido ao PT”, afirmou.

“Engodo”

 Visivelmente aborrecido pelo fato de o vereador Gilberto Melo (PR), que no momento do discurso de Ronaldo presidia a Mesa Diretora e encerrou a sessão assim que ele acabou, o Professor Gilmar não deixou as críticas passar em branco. O petista disse que o discurso do governista “é recheado de mentiras e desinformação”. Gilmar afirmou que se a população buscar dados sobre os investimentos feitos para melhorar o país, na última década, inclusive contratando empresas nacionais para desenvolver serviços fora do Brasil, gerando empregos internamente, vai perceber que as afirmações de Ronaldo não passam de um “engodo e é uma expressão do desespero”.

Gilmar disse ainda que o discurso do governista alimenta “a cultura do cinismo e da hipocrisia” e presta um desserviço aos petrolinenses, uma vez que o partido dele (PSDB) tem deputados que defendem a permanência de Temer no poder. “Eu disse ao vereador que se o partido dele votar amanhã (hoje) contra o presidente Michel Temer, ele vai ter meu respeito politicamente. Do contrário vai continuar sendo um engodo para a população de Petrolina”, retrucou o petista.

O rito na Câmara dos Deputados para analisar a denúncia de corrupção passiva, da qual Temer é acusado, está previsto para começar a partir das 9h desta quarta-feira (2).

4 COMENTÁRIOS

  1. RONALDO SILVA DEIXA DE PASSAR VEXAME, TEU PARTIDO TAMBEM É TUDO LADRÃO, DEIXA DE DRAMA E VAI PRO DICIONÁRIO SABER O SIGNIFICADO DA PALAVRA “ENGODO”, TENHO CERTEZA QUE TU NÃO SABE

  2. De início, não estou defendendo o PT. No que se refere ao vereador Ronaldo Silva, tenho a a dizer que nada tem a oferecer ao povo e ao município. Vai levar o mandato inteiro com este embate ridículo contra o PT e sua bancada municipal, que, aliás, não interessa ao Brasil e ao município. É pouco para o povo de Petrolina, que nas eleições se dobra diante das ofertas. No plano federal, não importa quem governe. O importante é governar com parâmetros legais e morais. Não adiante o pai de família alimentar e cuidar bem de seus filhos, se faz do tráfico de drogas, da pistolagem e da bandidagem de um modo geral o meio para proporcionar a boa qualidade de vida. De modo similar, não adiante um governo se manter no poder, quando sabemos que tal situação decorre tão somente da COMPRA (seja de que forma for o pagamento) de pessoas (parlamentares e partidos) que deveriam representar o cidadão, principalmente no momento de repelir do governo quem põe o cargo a serviço da corrupção. Pesquisem: todos aqueles que, nesta data, ou em data vindoura liberarem Temer de processo perante o supremo, estão na mira da lava jato ou outra operação, têm familiar nas mesmas condições ou se corromperam.

  3. Do um pelo outro e não quero troco PT e PMDB tudo farinha do mesmo saco. PMDB a vida inteira no poder e PT pra não perder a boquinha associou-se ao partido ladrão que é o PMDB ou só agora que o PT descobriu que o PMDB é ladrão, que Temer é ladrão. Soma-se ainda a esses dois o PSDB, que não deixa a deseja nas roubalheiras e falcatruas. Resumindo, eles roubam, eles brigam e o povo paga. O PT reclama de golpe, mas quem deu a oportunidade de Temar se vice, foram eles, eu é quem não votei em Temer. Quem votou em Dilma, votou em Temer também. Deu o aval para Temer ser vice.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome