Representantes de coligações majoritárias de Petrolina criticam perda de inserções eleitorais de seus candidatos

1

coletiva-lossioRepresentantes de quatro das cinco coligações majoritárias de Petrolina reuniram-se na manhã desta segunda-feira (26), num hotel do Centro da cidade, para uma entrevista coletiva. O motivo seria a perda de inserções da propaganda eleitoral, veiculadas pela TV Grande Rio, dos candidatos das Coligações ‘Pra Continuar Avançando’, Edinaldo Lima (PMDB); ‘Pra Frente Petrolina’, Adalberto Cavalcanti (PTB); ‘Petrolina do Povo e dos Sonhos de Isabel Cristina’, Odacy Amorim (PT); e do PSOL/PCB, Perpétua Rodrigues. O prefeito Julio Lossio, que preside o PMDB local, abriu a coletiva. Ele disse que a ideia não era trazer nenhum dos candidatos das coligações e avaliou as falhas como “extremamente graves num regime democrático de direito”.

Segundo o prefeito, Adalberto teve subtraídas 85 inserções, podendo chegar a quase 220. Edinaldo teve 48 inserções a menos, mas a coligação avalia que pode chegar a 120, mesmo número de inserções subtraídas de Odacy Amorim. Lossio informou que, no caso de Adalberto, a TV Grande Rio já reconheceu o erro, deixou no ar um suposto beneficiamento a Miguel. “Não existem provas disso ainda, mas cabe uma investigação”, declarou. Lossio informou que as coligações pretendem acionar o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). “Errar é humano, mas não permanecer no erro“, destacou.

Resposta

A coligação de Miguel Coelho, como este Blog já divulgou, considerou improcedentes as acusações, até porque também se disse prejudicada com a perda de inserções e pretende acionar judicialmente a emissora. Em nota, a coligação ressaltou que a campanha vem sendo realizada “de forma limpa, e não baseada em agressões e mentiras”.   

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome