Produção de manga impulsiona aumento na renda de produtores rurais do distrito juazeirense de Maniçoba em 2019

0
Foto: Divulgação/Codevasf

A renda bruta dos produtores rurais assentados no Distrito de Irrigação de Maniçoba (DIM), situado na zona rural de Juazeiro (BA), mantido pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) foi maior em 2019, conforme números da Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) do DIM que fez um levantamento dos dados de produção dos anos de 2018 e 2019.

A estimativa da renda total bruta sobre as principais lavouras do Distrito – manga, uva e coco, soma aproximadamente 165 milhões somente em 2019 – uma elevação de 24% na comparação com 2018. Segundo técnicos agrícolas do DIM, a produção da manga tem papel de destaque nesses números. O fruto foi responsável por um incremento de 11% na renda bruta do produtor,  e de 64% na renda bruta total de todo o perímetro de Irrigação. A uva que, mesmo tendo um crescimento de 118% em área plantada, não superou a renda gerada pela manga.

Os dados revelam um crescimento das fruteiras em geral, 2019 foi o ano em que o produtor conseguiu fazer um trabalho muito bom, apoiado pela assistência técnica do Dim. O que percebemos também é que a manga tem se tornado uma fruta popular. O consumo do fruto está crescendo. Desse modo, cabe ao produtor rural se qualificar, mudar seus hábitos de manejo, porque com isso ele só tende a crescer“, afirma o técnico agrícola Marcelino Ferreira.

O volume de produção do distrito em 2019 foi de aproximadamente 105 mil toneladas nos principais produtos. A manga, com aproximadamente 80 mil toneladas, seguida do coco (com 19 mil) e a uva (com 11 mil). Além dessas,  outras culturas são irrigadas no distrito, como mamão, melancia, melão, cebola e limão, que juntos pontuaram 11 milhões na renda dos produtores rurais no mesmo ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome