Reitor da Univasf reforça luta pela pavimentação da PE-630; quinta audiência será neste domingo

0

Representantes da comissão permanente de luta pela pavimentação da PE-630 conseguiram mais um importante aliado: o reitor da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Julianeli Tolentino. Ele é uma das presenças aguardadas para a quinta audiência popular que discutirá o assunto, neste domingo (8), na Escola Municipal José Cícero de Amorim, Distrito de Rajada, na zona rural de Petrolina.

Desse novo encontro diversas lideranças políticas da região já se comprometeram em participar – a exemplo dos deputados estaduais Odacy Amorim (PT), Lucas Ramos (PSB), Socorro Pimentel (PSL) e o federal Gonzaga Patriota (PSB). A Comissão Permanente Pró PE-630 ainda aguarda confirmação do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (PSB), e do seu pai, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB).

De acordo com o coordenador do Conselho Popular de Petrolina (CPP), Professor Rosalvo Antônio, um dos que integram a comissão permanente, a nova audiência será “um resgate” em relação às outras quatro, que aconteceram consecutivamente nos municípios de Santa Filomena, Dormentes, Trindade e Ouricuri.

Representações sindicais e empresariais dos seis municípios abrangidos pela PE-630, além de caravanas de apoio de outras regiões do Estado, também deverão comparecer. Para Rosalvo, o momento é de consolidar a reivindicação por uma obra iniciada e paralisada em 1982, e que desde então não teve a devida importância dos governos estaduais que se seguiram.

“Descaso”

Outro representante da comissão Pró PE-630, José Manoel de Souza – mais conhecido no Sertão do Araripe como ‘Zezinho de Mindú’ – acredita que se a rodovia ficasse no Agreste, próximo a Caruaru, já tinha sido concluída. “Trata-se claramente de um descaso dos nossos governantes para com o povo sertanejo”, alfineta. Ele ressalta ainda que, independente da reeleição ou não do atual governador Paulo Câmara (PSB), a luta pela pavimentação da estrada irá continuar. Mas Zezinho de Mindú espera ainda contar com a sensibilidade do socialista no sentido de deixar um projeto de pavimentação da rodovia.

Rosalvo reforça a importância de uma iniciativa desse tipo, por parte do governador, para facilitar a apresentação de emendas ao Orçamento da União e do Estado, de autoria de políticos da região. “Estamos dispostos a levar em frente um projeto de iniciativa popular, para fazer com que o Estado priorize a pavimentação dessa rodovia”, pontuou.

Considerado um movimento apartidário, a Comissão Pró PE-630 alega que a rodovia é um importante vetor econômico da região, em especial no que se refere ao escoamento da produção entre os Sertões do São Francisco e do Araripe. A 630 abrange seis municípios: Petrolina, Afrânio, Afrânio, Dormentes, Santa Filomena, Ouricuri e Trindade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome