Reitor da Univasf defende decisão do ministro sobre novo vestibular

por Carlos Britto // 11 de maio de 2009 às 15:18

O reitor da Univasf, José Weber Macedo, falou nesta manhã (11) no Programa de Marcelo Damasceno, a Voz do Povo (Emissora Rural) sobre a polêmica acerca do novo critério de ingresso de estudantes nas universidades do país, determinado pelo ministro da Educação Fernando Haddad.

Entre outras coisas, José Weber enalteceu a decisão de Haddad, porque o novo Enem vai privilegiar o conhecimento do alunado, e não mais o ‘decoreba’ de datas e fórmulas, visto nos cursinhos pré-vestibulares.

Sobre a cota de 50% para estudantes de escolas públicas nas universidades, o reitor argumentou que há alunos tão bons na rede pública quanto na particular. O que não havia para os primeiros, até então, eram oportunidades.

“Estamos reparando um erro histórico”, ponderou José Webber, argumentando que a partir de agora os estudantes que vêm da rede pública poderão concorrer às vagas em condições de igualdade com aqueles que sempre tiveram condições de pagar um bom colégio e frequentar cursinhos caros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *