Reeducandos ajudam em obra do hospital de campanha e na desinfecção de agências da Caixa em Petrolina

0
Foto: Divulgação

Em Petrolina, 34 reeducandos que cumprem pena no regime aberto trabalham na preparação do terreno que vai abrigar o hospital de campanha construído pelo Governo de Pernambuco, localizado na área central da cidade e na desinfecção de agências da Caixa Econômica Federal, responsável pelo pagamento do Auxílio Emergencial. A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) acompanha o grupo.

Na fase inicial da construção da unidade provisória de saúde, os apenados já capinaram, retiraram lixo, recolheram entulhos, pintaram meio-fio e colocaram tapumes. As atividades são supervisionadas por uma equipe técnica. Com uma solução de água com água sanitária, os reeducandos lavam e limpam as agências da Caixa a cada dois dias. O uso de Equipamento de Proteção Individual (EPI) é obrigatório.

Os reeducandos são contratados pela Prefeitura de Petrolina e, pelos serviços prestados, recebem um salário mínimo no valor de R$ 1.045. A iniciativa é amparada pela Lei de Execuções Penais e visa à ressocialização dos detentos, além da diminuição da reincidência criminal na região. “É preciso quebrar o preconceito e reconhecer que essas pessoas buscam resgatar sua dignidade através do trabalho sério e honesto”, explica o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico.

Outros municípios do Interior e da Região Metropolitana também contam com egressos para realizar serviços essenciais. Em Caruaru, Recife e Olinda eles cuidam da limpeza nas paradas de ônibus, auxiliam no funcionamento dos cemitérios e na contenção de barreiras em áreas de morro, entre outras tarefas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome