Raquel Lyra dá posse ao novo comandante da PMPE

por Carlos Britto // 27 de janeiro de 2024 às 07:57

Foto: Miva Filho/Secom-PE

A governadora Raquel Lyra empossou, ontem (26), o novo comandante-geral da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE), Ivanildo Cesar Torres de Medeiros, que substitui o coronel Tibério César. A solenidade foi realizada no Quartel do Derby, no Recife. “O coronel Torres se soma ao esforço do Juntos Pela Segurança. Nosso time vem trabalhando desde o início do ano passado, de maneira incansável, para garantir o fortalecimento das nossas forças operacionais de polícia, para permitir que Pernambuco volte a ser um Estado mais seguro”, afirmou Raquel.

Presente na solenidade, o secretário de Defesa Social do Estado, Alessandro Carvalho, agradeceu os serviços prestados pelo coronel Tibério, e deu as boas-vindas ao novo comandante. “Estamos aqui por uma única razão, que é prestar segurança para a sociedade pernambucana, inclusive com a proximidade do Carnaval, que já está com seu planejamento pronto, não só na Região Metropolitana, mas também no interior do Estado”, ressaltou o titular da pasta.

O novo comandante-geral ingressou na PMPE em 1995. Ele possui graduação no Curso de Formação de Oficiais pela Academia de Polícia Militar de Paudalho, bacharelado em Direito e licenciatura em Filosofia, além de pós-graduação em Capacitação Pedagógica, Gestão em Segurança Pública, Planejamento Organizacional e Gerenciamento de Desastres e Emergências. “Estou pronto para liderar com integridade, respeito e dedicação e motivar a tropa para garantir a segurança dos pernambucanos”, destacou Coronel Torres.

Também participaram da solenidade os deputados federais Pastor Eurico e o Coronel Meira; o deputado estadual Eriberto Filho; os secretários estaduais coronel Hercílio Mamede (chefe da Casa Militar), Mariana Melo (Mulher), Fabrício Marques (Planejamento, Gestão e Desenvolvimento Regional); o general de brigada Sergio Medeiros, representando o Comando Militar do Nordeste; o superintendente da Polícia Federal, Antonio de Pádua; o superintendente da Polícia Rodoviária Federal, Rodrigues Silva; o procurador-geral de Justiça, Marcos Carvalho; o comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Luciano Fonseca; o chefe da Polícia Civil, Renato Leite; e o gerente geral da Polícia Científica, Fernando Benevides.

Raquel Lyra dá posse ao novo comandante da PMPE

  1. Vanessa de Sá mota disse:

    Governadora, nada de humilde.

    Sou colaboradora do estado há mais de 20 anos, todo mês sai on line do meu contracheque mais de R$ 500,00 de descontos do plano de saúde SASSEPE, plano esse que hospital algum do estado está aceitando consulta algum devido à falta de pagamento e ao desgoverno do estado de PE.

    Imagino que não seja um problema da SRA, mais sim herdado, mais o que SRA tem a dizer sobre isso?

    Qual o tamanho desse rombo ?

    Pra onde vai esse valor descontado que sei que não é só comigo ?

    Se manifeste governadora ou peça HUMILDEMENTE aos seus assessores ou puxa sacos que nos respondam, ou talvez sua vice que imagino que ela é muda ou banguela, pois nunca vi uma simples frase da boca dela nem um sorriso KOLYNOS.

  2. Sempre Juazeiro disse:

    Srs leitores. Que Deus, na sua infinita bondade, continue nos abençoando, e, em especial o novo Comandante da PM/PE.Torço pelo sucesso da governadora Raquel, é um desafio fora do comum, você assumir comando/gestão estado como de Pernambuco, após 16 anos initerruptos, gestores diferentes, não falando mesma linguagem política partidária, montar governo com colaboradores novos, praticamente partindo do zero, e, as necessidades segundos a segundos, surgindo e, você, que se propôs a procurar resolver, ter que enfrentar situação e, óbvio, a sociedade como um todo, buscando seus direitos de direito e, por direto. Na questão da segurança pública, aqui, irei me ater unicamente a um segmento, pois, quão difícil é, falar sobre política de segurança, logo, muitos estudiosos, cientistas, entre outras categorias, equivocadamente, só se referem a Polícia Militar ou algumas poucas vezes, Polícia Civil. Eu particularmente, no meu humilde entender, sugiro ao Exm° Sr Cmt Geral, se não descentralizou as OPM, batalhão em especial, que após estudos, apresente projeto de criação de Companhias Independente Polícia Militar, como foi feito na Bahia e, a sociedade só ganha com isso. Dinamiza as ações, diminuindo área de atuação. Exemplificando Juazeiro, quando tinha 3° BPM, seu comandante, estava a ouvir, todos os representantes de bairros, do interior Município, afim, todas os cidadãos que o procura, muito acarretado diante da procura. Hoje, após criação das Companhias Independentes, são 4, locais estratégicos, que digamos, me referindo a área urbana como exemplo, digamos que o Comandante de cada companhia, atende a 25 bairros, observem número menor, tende atender bem melhor a população daquela área. Não tenho nenhuma dúvida, que melhoraria e muito, para quem trabalha na área, e, principalmente para o cliente do estado, que é a sociedade. A população aumenta assustadoramente e, o estado, tem por obrigação, acompanhar desenvolvimento, sob pena de ficar pra trás. Petrolina, em especial, tem situação abastecimento de água por exemplo, a empresa, não investe na rede de distribuição do precioso, cidade cresce desenvolve a cada dia, fica prejudica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Últimos Comentários

  1. A verdade é a seguinte: só vai, só funciona assim. Não adianta conversinha com essas OTORIDADES. Essas OTORIDADES têm compromisso…