5° BPM promove campanha educativa

por Carlos Britto // 19 de março de 2009 às 17:03

O 5º batalhão da Polícia Militar de Pernambuco, sediado em Petrolina, dará início na próxima segunda-feira dia 23/03 ás 09 h no Sest/Senat, a uma campanha educativa de trânsito com o tema: No trânsito eu ando legal e você?

A campanha contará, nas diversas atividades educativas, com a participação de outros órgãos: Detran/PE; EPTTC; SAMU; Polícia Rodoviária Federal; SESC; Sest/Senat; Senac; Univasf; Cefet; e escolas das redes pública e particular.

O evento acontecerá no período de 23 a 31 de março de 2009, dias em que serão realizadas apresentações da turma do “fom-fom” (Recife-PE), palestras, blitz educativas, debates em rádio, caminhada pela paz no trânsito, etc.

A iniciativa para realização da campanha, foi motivada pelo elevado crescimento no número de acidentes de trânsito em Petrolina.

5° BPM promove campanha educativa

  1. cicero santana disse:

    Seria bom criar um estrumento para fiscalizar a velocidade media das motos em petrolina,esta um abuso.

  2. Maria Elena de Alencar disse:

    Caro Carlos Brito,
    O 5º Batalhão de Policia Militar de Petrolina, através do seu Comandante Major Carlos, esta no caminho certo quando além de outras medidas preventivas adotadas para coibir o indice de violência no nosso Municipio e seu entorno; iniciára esta nova campanha educativa de transito com o tema: No transito eu ando legal e você?, embora eu não tenha gostado do nome , porque por principio, temos todos que andar legal, e não só no transito, mas…pelo Santo se beija o altar: e devemos todos influir e contribuir para que os objetivos sejam alcançados e possa este arrojado comandante continuar desenvolvendo ações desta e de outras envergaduras. Sem deixar de reconhecer que os indices de violência tem dado sinais de melhora não só em Petrolina como no Estado dentro desse Plano do Governo ,”Pacto pela vida .
    Aproveito para sugerir que o 5º Batalhão pense em uma ação preventiva para educar e enquadrar Motociclistas e Moto Taxistas a conduzirem suas motos, respeitando a sua e a vida dos (as) outros(as), pois em cada 10 atendimentos traumaticos que dão entrada no Hospital de Traumas, de 07 a 08 são provenientes de acidentes com motos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *