Quase 15 mil mudas de árvores são doadas e plantadas em Petrolina

por Carlos Britto // 24 de setembro de 2021 às 21:42

Foto: PMP

Nos últimos anos, quase 15 mil árvores nativas já foram plantadas e doadas na cidade, de acordo com a Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA), por meio do projeto ‘Nossa Árvore’. A proposta é tornar a cidade mais arborizada, além de embelezar e promover bem-estar para a população.

De acordo com o diretor-presidente da AMMA, Geraldo Miranda, a participação da população é de extrema importância e fundamental para que as árvores continuem crescendo. “O maior desafio é desenvolver, através do plantio coletivo, uma consciência ambiental para que a comunidade contribua com os cuidados de arborização urbana. Precisamos do apoio da comunidade para transformar a cidade cada vez melhor para todos”, destacou.

Geraldo ainda lembra da ação de sucesso desenvolvida na Avenida Altino Coelho, no bairro Cohab Massangano (zona oeste). No local a AMMA plantou 80 mudas de árvores nativas com ajuda dos moradores, os quais estão realizando a molhação das plantas e contribuindo com arborização da própria rua.

Viveiro Municipal

Petrolina conta com seu próprio Viveiro que distribui plantas nativas da caatinga. Para saber mais informações sobre a doação das mudas, a comunidade pode ir até a AMMA, que fica localizada na Rua Antônio Padilha, 55, Centro, ou entrar em contato através do telefone (87) 3866-2779.

Quase 15 mil mudas de árvores são doadas e plantadas em Petrolina

  1. Maria do carmo disse:

    Doadas, plantadas e abandonadas. Esse Sr deve andar pela cidade e ver como as plantas morrem por falta de cuidados. Veja a situação na avenida do batalhão do exército. VERGONHA prefeito.

  2. Thiaro disse:

    Deveriam plantar em outras estações, começa o calor em setembro e sabemos que não serão agoadas!!!! Sabemos triste fim futuro das árvores,mas ao menos parabéns pela iniciativa.

  3. Luiz disse:

    Tem que plantar e aguar diariamente. Se não morrem né.

  4. Marcos Macedo disse:

    Plantar e morrer de sede. Lastimável essa propaganda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *