Quando a covardia é maior que a responsabilidade

por Carlos Britto // 16 de janeiro de 2009 às 10:52

Ouvi atentamente um depoimento colocado no ar por um constrangido Geraldo José na Rádio Juazeiro minutos atrás. Um senhor chamado José Martins, que notadamente nem conseguia falar direito pelos sinais da idade e cansaço de uma saúde claramente debilitada foi pedir socorro a rádio.  Faltando apenas três meses para se aposentar  não lhe concederam a espera, pois foi nomeado em 2005 pelo ex-prefeito Misael Aguilar e seu contrato com a prefeitura terminou dia 31 de dezembro. Ele implorou, se humilhou e a frieza de quem o atendeu foi maior que a vontade de servir ao chefe que tem que seguir cegamente, sem se importar com a vida do próximo ou saber que está ali para atender as pessoas.

E não importa em quem votaram. Uma notícia dessas para um governo novo que tem a oportunidade de fazer diferente, de ser leal às virtudes e não somente aos amigos, que pode escrever um tempo novo só demonstra despreparo e covardia com a vida humana. Geraldo ainda pediu uma informação a assessoria de imprensa (que nunca nos mandou nada por isso não sabemos se está trabalhando), mas a resposta foi seca e fria, exatamente como o primeiro atendimento.

Nosso reconhecimento ao proprietário da Yes Cosméticos que se comprometeu a acolher o senhor pelo tempo que necessário para sua aposentadoria. Quero crer que o prefeito não saiba ainda desse fato e que quando saiba informe que ele é o prefeito exatamente para mudar a vida das pessoas. E não dos amigos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.