PSL de Petrolina racha e Julio Costa detona Gabriel Menezes:”Passou uma rasteira em mim e nos companheiros”

14

A notícia de que o vereador Gabriel Menezes passará a assumir a presidência do PSL de Petrolina caiu como uma bomba entre os filiados da legenda e tirou do sério o atual presidente do diretório, Júlio Costa. Para ele, Gabriel contrariou o histórico de “coerência, compromisso e responsabilidade” com seus filiados.

“Ele nunca participou de nada no diretório do PSL de Petrolina”, alfinetou. Júlio atacou com veemência a atitude do vereador, ao afirmar que Gabriel agiu “de forma sorrateira” ao procurar a executiva do partido no Recife para se colocar como presidente do diretório.

O atual presidente também contestou que Gabriel tenha ficado à frente da campanha do principal nome do partido, o presidente eleito Jair Bolsonaro, e do deputado federal Luciano Bivar (que se reelegeu).

Estive à frente no que foi possível, mas a campanha aconteceu de forma espontânea do povo de Petrolina”, reforçou. Na saraivada de críticas feitas a Gabriel, Júlio tachou o vereador de “oportunista” e de ter “dado uma rasteira” no comando local do PSL. Ele lembrou ainda que Gabriel entrou pelas mãos do então prefeito Julio Lossio, em 2015 (quase no apagar das luzes do seu governo), e depois de ter sido eleito vereador nunca teve disponibilidade para contribuir com o partido, quando era procurado.

Medidas

O atual presidente do PSL afirmou ainda que na legenda há vários integrantes que também contribuíram para a eleição de Bolsonaro, a exemplo do suplente de vereador Alvorlande Cruz. “Não há por que agora aparecer um oportunista alegando ser o pai da vitória”, ironizou. Júlio adiantou a este Blog que não vai deixar barato essa postura de Gabriel, revelando já ter acionado a executiva nacional e estadual do PSL.

14 COMENTÁRIOS

  1. Participei ativamente das organizações e movimentos pró BOLSONARO em Petrolina,fiz parte do principal grupo,o B17, responsável pelas maiores carreatas já vistas na região,esse senhor nunca se dispôs a ajudar em nada,se era presidente do PSL em Petrolina,não parece,era invisível,já Gabriel Menezes ajudou sim o movimento,eu sou testemunha desse fato,ajudava sem querer aparecer pois tava consciênte de que o movimento era espontâneo, inclusive ajudou financeiramente quando do primeiro encontro pró BOLSONARO realizado na Areia Branca,eu estava lá,não vi esse Júlio por lá, Gabriel Meneses sim,ajudou,participou ativamente da organização,nada mais justo que assuma a condução do PSL em Petrolina, tá certíssimo a direção estadual ao nomear Gabriel Meneses presidente do PSL em Petrolina…foi o único político que ajudou,sempre na condição de não aparecer…

      • Posso até me arrepender de ter votado no Capitão,mais jamais me arrependerei de ter colocado um cidadão “HONESTO “na presidência da republica,de todos os candidatos,o único ficha limpa,sem processos por corrupção, ” É BOM JAIR ACOSTUMANDO “,vai ter que engolir durante os próximos quatro anos,depois mais quatro anos,e se vacilar,tem o Moro,depois o Moro de novo…..engole o choro,RRRRSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

  2. Esses dois pequenos estão brigando por um troço que os mais poderosos quando querem tomam mesmo, vejam aí o exemplo do comando do MDB em Petrolina, entraram, tomaram e quem era teve de se abrigar em outro partido, é ou não é. Quanto ao Presidente eleito tamos juntos, fora PT, fora MDB, não dava mais, ninguem aguentava mais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome