Projeto que incluía restaurantes e similares como serviços essenciais em Petrolina é protelado

5
Foto: divulgação

Os vereadores César Durando (DEM) e Wenderson Batista ‘Pé de Galo’ (DEM) tiveram uma reunião na noite de ontem (8), em Petrolina, com representantes da Associação de Restaurantes e Similares. Esse é o papel dos representantes do Poder Legislativo, sobretudo num cenário tão nebuloso como o atual, provocado pela pandemia da Covid-19.

Já estava, inclusive, tudo encaminhado para Wenderson apresentar junto à Mesa Diretora da Casa Plínio Amorim um projeto de lei tornando essenciais os serviços de bares, restaurantes e similiares na cidade. Mas nem sempre as coisas são como se pretende.

Governista, Wenderson decidiu protelar o projeto na Casa, após as recentes – e preocupantes – declarações do prefeito Miguel Coelho acerca do atual cenário da pandemia na cidade. Em entrevista à Petrolina FM nesta terça (9), ele admitiu que as palavras ponderadas do prefeito o fez recuar neste momento.

No fundo, o vereador quis evitar mesmo um eventual desgaste dentro de sua própria base, ao colocar um projeto que poderia deixar Miguel na chamada ‘sinuca de bico’. Mas é claro que, enquanto mandatários da Casa Plínio Amorim, ele, César e outros pares continuarão buscando meios de minimizar os imensos prejuízos financeiros da categoria, por conta dessa crise sanitária mundial.

Eles pediram nossa intervenção junto ao Legislativo Municipal e o apoio do deputado estadual Antônio Coelho, bem como do Executivo Municipal, de modo a dar apoio à classe através da criação de um auxílio para os garçons e os donos de restaurantes. Além disso, solicitaram a isenção, redução ou prorrogação do vencimento para pagamento de IPTU, alvará de funcionamento da vigilância sanitária, dentre outros benefícios, que possam amenizar a crise financeira que o setor enfrenta. Vamos levar o assunto para plenária e buscamos uma alternativa para a categoria“, pontuaram os vereadores.

5 COMENTÁRIOS

  1. Esses dois vereadores são idiotas? Bares e restaurantes como serviços essenciais é pura sem- vergonhice dos dois vereadores.
    Dois irresponsáveis atrás de voto a qualquer preço.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

dezenove + 18 =