Projeto do IF Sertão-PE/Campus Zona Rural viabiliza horta medicinal orgânica na Associação Ágape

0
Foto: divulgação

Os pacientes acolhidos pela Associação Ágape – comunidade terapêutica de Petrolina voltada para o atendimento a dependentes químicos, receberam no último sábado (23), a implantação de uma horta medicinal orgânica. A ação faz parte do projeto de Extensão, desenvolvido pelo IF Sertão-PE/Campus Zona Rural, chamado ‘Hortoterapia: cuidando do corpo e da alma’, cujo objetivo é utilizar o cultivo de plantas medicinais como terapia ocupacional, estimulando a valorização pessoal e o cuidado com a saúde mental e física.

Ao lado dos estudantes e bolsistas do projeto, Gabriel Anastácio, José Pedro Dias, Ryann Maia e Felipe Carvalho, e dos professores Flávia Cartaxo, Adelmo Santana e Leopoldina Amorim, os acolhidos participaram da implantação da horta, desde o preparo da terra e canteiros, até o plantio das mudas de mais de dez espécies, como menta, hortelã, malvão, falso boldo e alecrim de vaqueiro.

De acordo com um dos educadores sociais do Ágape, Paulo Henrique Oliveira, a atividade proposta pelo IF Sertão-PE agregará muito ao programa de tratamento desenvolvido pela instituição, que trabalha com a “chaterapia”. “O trato com a terra leva a eles o trabalho da paciência, do controle da ansiedade, passam a ter foco. Eles mesmos vão utilizar dos produtos que estão cultivando e nada mais gratificante do que você fazer um trabalho que tem retorno. Esse projeto implantado pelo Instituto Federal nos ajuda a dar a eles sentido para a vida”, afirmou.

Além da implantação da horta, o projeto promoverá oficinas com orientações sobre uso correto das plantas medicinais e elaboração de fitoterápicos. A associação Ágape atua em Petrolina desde 1992 e é ligada à Secretaria Nacional das Políticas sobre Drogas. Atualmente trabalha com a capacidade máxima, atendendo 30 acolhidos. Além disso, desenvolve projetos que atuam no eixo do tratamento e prevenção do uso de drogas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome