Projeto colocará Petrolina como pioneira em dessalinização e melhoria da qualidade da água

por Carlos Britto // 13 de julho de 2017 às 11:29

Um projeto-piloto do governo federal colocará Petrolina como pioneira no quesito ‘dessalinização e melhoria da qualidade da água’. Reunidos ontem (12) em Brasília, o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) e o prefeito Miguel Coelho (PSB) acertaram, com representantes do Ministério do Meio Ambiente (MMA), a implementação do projeto do Programa Água Doce, no município. A expectativa do prefeito – que batizará o programa local com o nome de “Terreiros Produtivos” – é que as ações para a dessalinização de água salobra beneficiem as comunidades nas áreas rurais, além do consumo animal e a agricultura. O projeto já deve começar em setembro deste ano.

 “Petrolina será pioneira, em Pernambuco, no desenvolvimento deste extraordinário e necessário programa”, observou Fernando Bezerra. “Oferecer água de boa qualidade é uma medida de garantia de dignidade e saúde à população“, completou o senador, que trabalhará pela aprovação de emenda parlamentar destinada a ampliar os recursos financeiros para a execução do projeto em Petrolina, cidade-natal de Fernando Bezerra.

Além do consumo humano, a água de boa qualidade será utilizada em arranjos produtivos agrícolas e pecuários do Sertão e da caatinga“, reforçou Miguel Coelho. “Nosso desejo é também desenvolver o programa, juntamente com a Embrapa Semiárido, para o crescimento da piscicultura no município“, acrescentou o prefeito, após a audiência com o secretário de Recursos Hídricos e Qualidade Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, Jair Vieira Tannús Júnior, e o diretor de Revitalização de Bacias Hidrográficas do ministério e coordenador nacional do Programa Água Doce (PAD), Renato Ferreira.

Coordenado pelo MMA, o Água Doce é desenvolvido pelo governo federal em parceria com instituições federais de ensino e pesquisa, gestões estaduais e prefeituras, sempre com a participação direta da sociedade. O objetivo da ação é estabelecer uma política pública permanente de acesso à água de boa qualidade, beneficiando, prioritariamente, comunidades que vivem em áreas rurais do semiárido brasileiro. Para isso, o programa prevê a incorporação de cuidados técnicos, ambientais e sociais na gestão de sistemas de dessalinização da água. (Foto/divulgação)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *