Projeto ‘Cãoterapia’ leva animais para alegrar idosos em abrigo em Juazeiro

1

caoterapia-juazeiro-lar-sao-vicente-de-paulo

O Abrigo São Vicente de Paulo, em Juazeiro (BA), está recebendo a visita de duas cadelas, Samy e Jujuba, como parte do tratamento de terapia dos idosos que vivem no local. A chegada dos animais faz parte do projeto “Cãoterapia”, que começou em 2006, por iniciativa do adestrador Netto Junior.

Ao todo, 31 idosos com idades entre 65 e 100 anos vivem na instituição. As visitas acontecem sempre durante os fins de semana. As cadelas passam cerca de uma hora no local, ajudando a melhorar o humor dos moradores, que retribuem com elogios e demonstrações de carinho. “É uma interação que só traz felicidade e alegria para eles“, conta Enilza Magalhães, administradora do abrigo.

Jujuba e Samy são das raças Golden Retriever e Samoieda. O fundador do projeto explica que a técnica é aplicada com idosos que apresentam não apenas problemas de saúde, mas também carência afetiva. “Os cães transformam o ambiente. Você pode observar o ambiente sem um cão, e o ambiente com um cão. Há muito mais agitação, muito mais harmonia entre as pessoas [quando há um cão no local]“, disse Netto.

Para se tornar um “cão terapeuta”, os animais são treinados por um ano, mas antes disso passam por uma seleção. Os cães são escolhidos ainda na ninhada e precisam ter características bem marcantes, como ser calmo e dócil, para poderem se relacionar com os idosos. (fonte: G1-BA/foto: reprodução TV São Francisco)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome