Programa pioneiro em Petrolina vai qualificar professores a levar para salas de aula informações sobre Vigilância Sanitária

1

Uma iniciativa da Prefeitura de Petrolina pretende promover melhorias nas relações de consumo de produtos e serviços sujeitos à Vigilância Sanitária, usando a estratégia de formar educadores. A ação acontecerá neste sábado (27), às 8h, na Escola Anézio Leão.

Trata-se do programa nacional de Educação em Vigilância Sanitária (Educanvisa). Cerca de 50 professores de ciências da rede pública municipal vão participar do encontro.

O Educanvisa conta com uma coordenação nacional, composta por uma equipe multiprofissional de servidores da Anvisa. Porém, em Petrolina, será executado pela Agência Municipal de Vigilância Sanitária (AMVS), em parceria com a Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (Seculte), que fará a interlocução com as escolas da rede de ensino.

De acordo com a diretora interina da Agência, Islanne Soares, a intenção é desenvolver ações educativas para a sociedade, de acordo com os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), com vistas a contribuir para a melhoria das condições de vida e saúde da população brasileira. “Serão abordados temas de relevância na área da vigilância sanitária, como o uso e o consumo seguro de medicamentos, alimentos, cosméticos, dentre outros produtos. Vamos formar esses professores e eles serão os responsáveis pelo desenvolvimento dos conteúdos em salas de aula e na comunidade escolar“, explicou.

1 COMENTÁRIO

  1. Doutrinação pura, “produto só presta se tiver carimbo do Estado”. Tem que explicar para as crianças que a mesma vigilância sanitária pode ser corrompida e emitir selos para produtos adulterados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome