Programa do Sesi ajuda trabalhadores dependentes de álcool e drogas

por Carlos Britto // 11 de maio de 2009 às 09:24

Um programa educativo desenvolvido pelo Serviço Social da Indústria (Sesi) está ajudando as pessoas que sofrem com a dependência do álcool e de outras drogas. É o Programa de Prevenção ao Uso Abusivo de Álcool no Trabalho e na Família, desenvolvido pelo órgão desde 1995.

De acordo com uma pesquisa do Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (Cebrid), uma de cada seis pessoas que provam álcool se torna dependente. No Nordeste, um levantamento mostra que 17% das pessoas que bebem álcool são dependentes, um percentual bem acima da média nacional, que é de 11%.

“O álcool afeta o desempenho do trabalhador na empresa”, explica a psicóloga e Coordenadora do Programa Antidrogas do Sesi, Kátia Santos. “O trabalhador sai no fim de semana, usa álcool nas festas, acha isso normal. Mas o uso recreativo pode passar para um nível de dependência”.

De acordo com ela, os primeiros sintomas são mudanças no comportamento, como atenção reduzida e alterações no relacionamento com os colegas de trabalho e com a chefia. “O álcool atua no organismo por um período de seis a oito horas”, afirma. “A bebia mexe com o humor da pessoa, se for feito um uso frequente e abusivo”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *