Programa da Unimed Vale do São Francisco melhora a qualidade de vida de pacientes em fase terminal de vida e seus familiares

1

Embora a cura nem sempre seja possível para portadores de determinadas doenças, muito pode ser feito para melhorar a qualidade de vida desses pacientes e seus familiares. Criado há dois anos, o Programa de Cuidados Paliativos da Unimed Vale do São Francisco acredita na importância de conhecer para cuidar – filosofia adotada pelo grupo médico em toda a sua atuação.

Cuidados Paliativos são indicados para todos os pacientes (e familiares) com doença ameaçadora da continuidade da vida por qualquer diagnóstico, com qualquer prognóstico, e a qualquer momento da doença em que eles tenham expectativas ou necessidades não atendidas.

O coordenador do programa, o médico geriatra Fabrício Cagliari (foto), explica que o foco é aliviar as dificuldades e melhorar a qualidade de vida do paciente e de seus familiares. Ao mesmo tempo em que são tratados os sintomas físicos, os profissionais de saúde especializados em cuidados paliativos são orientados a avaliar e cuidar das necessidades emocionais, sociais e espirituais do paciente e de sua família.

O foco principal é dar apoio à família de pacientes que têm doenças em fases avançadas, ou seja, aquelas doenças que não têm como a gente modificar o curso delas. Os cuidados paliativos são indicados para qualquer paciente que tenha diagnóstico de doença ameaçadora da vida. Como é pouco divulgado, muita gente acha que é ‘quando não tem mais nada para fazer’, mas não é bem isso. Na verdade, sempre tem. Esse apoio é dado totalmente em domicílio. A gente dá as condições do paciente de terminar seus últimos dias com qualidade, conforto e dignidade, dentro de casa, junto dos seus familiares”, explica.

O programa, conta Fabrício, não é direcionado apenas para pacientes idosos. Segundo ele, ao longo desses dois anos já foram atendidos muitos jovens. A equipe é diversificada e conta, entre outros profissionais, com psicólogos, médicos, fisioterapeutas, terapeuta ocupacional, fonoaudiólogo, entre outros. “O estresse emocional é grande para a família e para a gente também, mas nosso trabalho é apoiar os pacientes e seus familiares. A gente vira amigo da família”, relata, defendendo que os cuidados paliativos não devem estar restritos aos pacientes terminais. Devem ser oferecidos desde o diagnóstico de doença grave, ainda que com chance de cura.

Reconhecimento

O atendimento da equipe do Programa de Cuidados Paliativos é reconhecido pelos familiares dos pacientes. Mônica Cecília Albuquerque conta que seu companheiro, Mário César, que estava em fase terminal em decorrência de um câncer, teve a oportunidade de decidir e optou por ser acompanhado em casa. “Eles nos assistiram o tempo todo e isso foi muito positivo. Meu marido teve a oportunidade de decidir, porque ele sabia de tudo que ia acontecer com ele. O acompanhamento foi em casa, tivemos todos os aparatos necessários. Ele morreu com dignidade, o tempo todo era consciente, fomos orientados em tudo e lidamos com a morte de uma maneira mais tranquila”, afirma.

Já Raimunda Duarte, moradora de Juazeiro (BA), explica que o atendimento foi para a sua mãe, de 82 anos. “Minha mãe foi muito bem cuidada. Foi um conjunto: família e os profissionais. Tudo o que a gente precisava, era só ligar. Eles foram muito importantes e nós ficamos muito agradecidos. Apesar de estarmos tristes com a perda, ela foi muito bem acolhida. Aconselho a todos que precisam desse cuidado.

Unimed Vale do São Francisco

Vale lembrar que a Unimed Vale do São Francisco possui uma estrutura de serviços próprios que inclui hospital, laboratórios, Centro de Fisioterapia, Núcleo de Atenção à Saúde e Espaço Viver Bem, tudo isso para oferecer mais praticidade e qualidade no atendimento. Um diferencial na atenção à saúde e preservação da vida. Fica localizada na Rua do Coliseu, nº 123, Centro de Petrolina. Outras informações pelos telefones (87) 3866-4250 3866-7900.

1 COMENTÁRIO

  1. Gostaria de deixar aqui registrado, a minha admiração e gratidão a Equipe de Cuidados Paliativos pela COMPETÊNCIA, APOIO, ZELO, e CARINHO que teve com meu marido José Martins, que mesmo em sua fase terminal foi recebido e cuidado em sua residência de forma digna e respeitosa minimizando sua dor e de toda sua família.
    Obrigada, obrigada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome