Profissionais de saúde recebem flores artesanais produzidas por abrigados do Colégio Paulo VI em Juazeiro

1
Foto: Ascom

Em homenagem aos profissionais de saúde de Juazeiro (BA) que estão trabalhando na linha de frente do combate ao novo coronavírus (Covid-19), foram distribuídas neste domingo (10) flores artesanais produzidas pelas pessoas em situação de rua que estão em isolamento social no Colégio Paulo VI. Os presentes foram entregues pela equipe da Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (SEDES) do município.

Os trabalhadores da Unidade de Pronto Atendimento, do Samu, Hospital da Mulher e do Hospital Regional (HRJ) receberam as flores com todos os cuidados de distanciamento social e recomendações para prevenção à Covid-19. “É gratificante receber essa homenagem e reconhecimento em um momento difícil, em nos dedicarmos e sabermos que as pessoas reconhecem nosso trabalho”, afirmou a socorrista do Samu, Elaine Sirlene.

Realizada em conjunto, a produção dos artesanatos têm sido uma atividade contínua durante o período de quarentena nas instalações do Colégio Paulo VI. Em isolamento social desde o dia 27 de março no local, a população em situação de rua tem utilizado esse momento para compartilhamento de saberes e aprendizagem de novas profissões. Além de flores, acessórios de beleza e brinquedos são alguns dos artigos produzidos por eles.

O intuito da ação, segundo explica o pedagogo e assistente social do Centro POP, Elias Teixeira, além de homenagear estes profissionais, é retribuir os cuidados desempenhados pelos equipamentos de saúde do município juntamente com a equipe do Colégio Paulo VI. “A ideia de realizar essa distribuição partiu de um parceiro do projeto, mas logo foi abraçada pelos usuários dos serviços ofertados nesta iniciativa de isolamento social”, comenta.

1 COMENTÁRIO

  1. São os tempos de muito perigo que nasce as estrelas, com seus insight iluminadores iluminará os nossos caminhos, conduzindo-nos para uma travessia mais segura.
    Glórias lhes sejam profissionais de saúde, nesta batalha com este agente invisível, seja nas trincheiras ou nos laboratórios de pesquisas, cumprindo funções definidoras de ambos, mas com finalidades salvadoras deste flagelo que assombra a humanidade.
    Que Deus os Proteja.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome