Professores de Uauá aderem à paralisação nacional e promovem ato contra Projeto de Lei que traz prejuízos à categoria

0

20160413_102546

Em Uauá, no Norte da Bahia, os professores da rede municipal e estadual aderiram à paralisação nacional e foram às ruas da cidade para protestar contra o Projeto de Lei Complementar PLC 257\16. A paralisação começou ontem (13) e segue até hoje (14). O motivo, segundo o sindicato, é que o projeto “ataca frontalmente os servidores e serviços públicos: acaba com concursos públicos, escancara a terceirização generalizada e congela salários, altera a LRF e as regras de Previdência Social”.

Durante a mobilização na Praça Central, o coordenador da APLB-Uauá, Francisco-Prolepses, o projeto de lei é uma forma brutal de acabar com os direitos da categoria. “Estamos vivendo um momento difícil no país na área econômica, em que todos os caminhos de resolução vão de encontro aos nossos direitos, frutos de muita luta e suor. Esse PLC 257/16 é a forma mais brutal que encontraram para esse fim”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

dois + 6 =