Professores de Petrolina aderem à paralisação nacional e promovem mobilização no centro da cidade

0

IMG-20160316-WA0005

Dezenas de professores de Petrolina reuniram-se na manhã de hoje (16) na Praça do Bambuzinho, no centro da cidade, para protestar contra a terceirização, contra a entrega das escolas às organizações sociais, contra o parcelamento do salário, contra a militarização das escolas públicas e a reorganização das escolas.

A mobilização é apoiada pelo Sindicato dos Servidores Municipais (Sindsemp) e o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe). De acordo com a professora Aurilene Gondim, o manifesto é para cobrar o repasse de recursos à categoria.

Estamos aqui apenas para cobrar o repasse de um recurso que já está lá. A melhoria da educação não é tarefa única dos profissionais de educação. Esta tarefa é também de estudantes e pais. De fato é uma luta da sociedade toda a sociedade. Não podemos perder a oportunidade de cobrar o que direito“, disse a professora.

Apesar da paralisação, o Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (Sindsemp) já informou que articula um organograma para a reposição das aulas, para que não haja prejuízo no ano letivo. (Com informações e fotos de Marco Aurélio)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

quatro × 1 =