Produtores de Petrolina amargam prejuízos por problemas internos da Adagro

1
(Foto: Divulgação)

Quedas no sistema interno de emissão do PTV (Permissão de Trânsito de Vegetais) e a burocratização exagerada da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro) estão causando transtornos para os produtores de Petrolina. Quem afirma são os próprios fruticultores, que no último final de semana contabilizaram prejuízos com a paralisação da entidade.

As queixas foram registradas pelo Sindicato dos Produtores Rurais do município (SPR), que tem buscado a solução do problema desde março. À época o presidente da Adagro, Paulo Lima, esteve na cidade participando de um evento promovido pelo órgão representativo e afirmou que a agência fiscalizadora passaria a emitir o PTV pela Internet, até meados de julho. A intenção não saiu do papel e, na última sexta-feira (3), o posto da Adagro em Petrolina se deparou com a queda do sistema interno, provocando uma nova paralisação dos caminhões de frutas.

“O produtor tem de ter a possibilidade de preencher essas requisições na Internet porque essa burocratização é uma barreira para a produtividade de Petrolina e de Pernambuco”, diz o gerente executivo do SPR, Flávio Diniz. “O que é o PTV? É o documento que acompanha a fruta quando vai para fora do Estado. A morosidade na sua virtualização está atrapalhando muito os fruticultores da cidade”, pontua.

O gerente executivo alerta ainda que os transtornos vão além do prejuízo financeiro. “O custo não é o maior problema. A questão é que o cliente em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, não quer saber de quem é o problema, se é nosso ou da Adagro, só interessa a entrega ágil do produto. Nós temos informações, por exemplo, de fruticultores que já perderam a carga e o cliente”, afirma Flávio, acrescentando que o sindicato está se reunindo com os produtores, acompanhando a situação.

Na Adagro, o sistema interno permaneceu indisponível durante toda a sexta-feira, retornando apenas no sábado (4), quando um plantão da agência atendeu somente os produtores que fizeram o pedido no dia anterior.

Foi avisado

Ainda no mês de julho, o SPR havia alertado a instituição, no Recife, por meio de ofício, que a morosidade na virtualização do PTV traria mais prejuízos ao fruticultor local. No documento, foram apresentados problemas como a distância da propriedade até o posto da Adagro, horário de funcionamento incompatível com a realidade de carregamento dos caminhões e o tempo de espera para liberação de produtos perecíveis. Em resposta, o órgão fiscalizador informou que a Secretaria de Administração (SAD) está realizando um processo de licitação para aquisição do novo Sistema de Gestão Agropecuária, como o PTV online. “Após a aquisição estaremos treinando e disponibilizando a todos [produtores], objetivando a melhoria do agronegócio do estado de Pernambuco”. (Fonte: CLAS Comunicação)

1 COMENTÁRIO

  1. Essa ADAGRO é uma casa de multa!!! Este órgão serve apenas para atrapalhar os produtores e revendedores da região, não fazem o básico, que deveria ser feito, orientar e contribuir para o cumprimento da legislação e se resumem apenas em NOTIFICAR!!!!! PUNIR E REPRIMIR.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome