Produção de espécie de milho destinada à silagem para alimentação animal será iniciada em Petrolina

por Carlos Britto // 23 de janeiro de 2013 às 09:32

gorutubaEstudos para o plantio de milho da variedade superprecoce gorutuba, solicitado pelo secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Ranilson Ramos, aos técnicos do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) e Embrapa, destinado à produção de silagem para a alimentação animal, mostraram-se inteiramente viáveis.

Segundo informações do IPA, a espécie seria cultivada inicialmente em 100 hectares dentro do perímetro de irrigação do Bebedouro, em Petrolina.

Os estudos, realizados em três hectares, apontaram uma produção média de 31,8 toneladas de massa verde por hectare, com plantas alcançando 1,77 metros. Embora a variedade seja recomendada para a produção de grãos, os dados de obtenção de biomassa, com 48 dias após a semeadura, são considerados adequados. Segundo a pesquisa, em condições irrigadas no Vale do São Francisco, a produção alcançou 38,7 toneladas/hectare. Segundo o secretário Ranilson Ramos, o plantio do milho gorutuba para deve ser iniciado de imediato na região. (Foto: IPA/divulgação)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Últimos Comentários

  1. Foto historica, de pessoas que contribuiram enormimente para o progresso da nossa regiao.