Problema do Shopping a Céu Aberto parece chegar ao fim

por Carlos Britto // 06 de fevereiro de 2009 às 09:00

A Prefeitura de Petrolina encontrou uma solução que vem atendendo as expectativas tanto do Ministério Público como dos vendedores do comércio informal, empresários e usuários do Shopping a Céu Aberto, inaugurado em dezembro do ano passado na Avenida Souza Filho.

O acordo definido na audiência pública, que aconteceu no último 27, intermediada pela promotora Ana Rúbia, agradou por melhorar o fluxo de pessoas e veículos na avenida e por oferecer lugar adequado aos vendedores ambulantes, com a transferência provisória para o canteiro central.

“Somos parceiros, estamos participando ativamente das decisões. Temos convicção, diante do comportamento do prefeito Júlio Lóssio, que os projetos serão realizados. O prefeito tem a oportunidade de realizar obras que outros gestores prometeram e não fizeram. A impressão é que agora os investimentos serão bem conduzidos”, torce José Pedro Nunes, presidente da Associação dos Feirantes, Ambulantes, Barqueiros e Camelos de Petrolina (AFEABACAP).

A ocupação desordenada dos ambulantes inviabilizava a passagem de pedestres, uma reclamação constante de quem é obrigado a passar pelo local todos os dias. “O espaço ficou mais bonito, com vista para as duas vias, convidativo até para aproveitar melhor a área para descansar nos bancos”, diz o vendedor Cleber Santos. A decisão de removê-los para as proximidades do bambuzinho, até que sejam construídos boxes na área, agradou também a classe. “Com a construção de um lugar mais apropriado para as vendas, vai melhorar nosso faturamento”, declara com muita expectativa o vendedor ambulante Argemiro da Cruz.

Segundo o presidente do Sindlojas Joaquim de Castro todos ganham com o ordenamento do espaço. “Os comerciantes informais devem ter um espaço adequado para eles. A Avenida Souza Filho passou por uma reforma, o conceito de um Shopping a Céu Aberto é muito além do que foi feito”, avalia. No dia 1º de fevereiro, criteriosamente, 14 ambulantes foram removidos para o canteiro central, e os demais, que aguardam a conclusão da obra do Mercado Turístico retornaram para os lugares de origem, as ruas Dom Vital e Travessa Souza Filho. “Os fiscais estão supervisionando a Avenida para evitar que algum comerciante informal insista em permanecer no local”, informa o Secretario de Planejamento Geraldo Francisco Júnior. A proposta do secretário é construir dentro do prazo de 120 dias os boxes padronizados. “Um novo projeto para o Shopping A Céu Aberto, será submetido à apreciação do Prefeito Julio Lóssio, e em seguido será aberta à licitação, para que empresas interessadas possam concorrer”, informa.

Fonte: Ascom/pmp

Problema do Shopping a Céu Aberto parece chegar ao fim

  1. barbosa disse:

    Eu sei que todos precisam trabalhar,mas n justifica essa bagunça que estes camelõs fazem no centro da cidade,ora toma conta dos estacionamentos,ora impede passagem dos psedestres outra ora concorre com os comerciantes que pagam seus impostaos e eles não recolhem um centavo.Dra.Ana Rúbia a senhora que tem feito um brilhante trabalho na promotoria públiba aplicando a lei,por favor retire todos esse pessoal do mercado informal da av. souza filho que ficou tão bonita e coloque-os em frente ao cemitério.

  2. Tintino disse:

    Daqui a pouco, teremos que concluir o mercado do turista da D. Vital e construirmos um outro na Souza Flilho. Precisa mesmo radicalizar. Este povo do comercio informal tem que ser formalizado, pagar imposto como todo mundo e cada um ter espaço comprado em algum lugar da cidade sem desviar o uso das avenidas e ruas. Que o governo municipal desaproprie áreas, estruture-as e acente os camelôs com a venda de cada bloco, via caixa econônica como se faz com as casa populares. Camelôs jogados nas ruas viram Mundiça. Isto não diginifica nem a eles e nem aos outros.

  3. Envergonhado Chorão disse:

    A unica cidade que eu vejo ambulantes fazerem o que querem é aqui em Petrolina. Se voces tiverem a oportunidade de conhecerem outras cidades do nosso porte á exemplo Campina Grande-PB, lá é do jeito que a Prefeitura quer, eles ficam todos pianinhos e pagam
    suas taxas caladinhos, é um exemplo de disciplina.
    Cadê o CODIGO DE POSTURA do municipio que não é aplicado?
    basta isso e ponto final.
    SÓ LEMBRANDO: Não sou contra a nenhum pai de familia que ali esta, sei que muitos sustentam suas familias com o que ali negociam.

  4. juracy amorim disse:

    nenhum comentario a fazer.

  5. João disse:

    Governo perdendo pra ambulantes, que decepção!

  6. Francisco disse:

    Colocaram faixa azul para os veículos agora coloquem uma vermelha para os camelôs e mande a guarda do município multar quem colocar sua barraca na faixa, assim, como fazem com os veículos. A guarda de Jeová, como dizem lá em Juazeiro, desse o talão de multa é com gosto de gás nos mototaxistas devem descer também nos camelôs. Falta competência política para tudo isso.

  7. Luiz carlos disse:

    Por favor, não chame aquilo de shopping a ceu aberto, é apenas uma calçada melhorada.

  8. Tintino disse:

    Um complicador é que por tras dos chamados camelôs estão seus fornecedores como grandes sonegadores. Quando este negócio se agiganta viram grandes diversificações , incluindo-se também a droga e a pistolagem. Por enquanto tudo é fácil de se ordenar. Depois ficará insustentável. Veja em São Paulo, grandes furtunas chineses, coreanos e outros filhos legítimos do contrabando e descaminho. Aquilo lá não nasceu grande. Tudo começou assim como está em nossa cidade. As autoridades precisam agir com celeridade, pulso e determinação. Cabe à população responsável compreender e apoiar os órgãos públicos nestas medidas. A expressão mágica “problema social” tem que ser resolvido sem criar probelmas outros maiores.

  9. E verdade luiz carlos ,foi nessa obra que o prefeito gastou 1 milhão e meio só pra melhora as calçadas kd o shopping a seu aberto?

  10. inaldo oliveira disse:

    Concordo com o Luiz Carlos uma troca de calçada não deveria ser chamada de shopping a céu aberto isso chega a ser vergonhoso, Quanto aos camelôs acho que eles deveriam ser colocado em um lugar apropriado não serem multados, afinal é melhor estar oculpando as calçadas que estar roubando, pensem nisso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *