Primeiro dia de provas do processo seletivo realizado pela Secretaria de Educação de Petrolina é considerado tranquilo

8

O primeiro dia de provas do processo seletivo da Secretaria de Educação de Petrolina, realizado hoje (16), foi considerado tranquilo, segundo informou a assessoria. Mais de 2 mil candidatos participaram da seleção em caráter temporário, com vistas a preencher vagas na rede municipal. As provas estão sendo aplicadas na Facape, organizadora do certame.

A secretária interina de Educação, Larissa Soeiro, acompanhou a movimentação de candidatos e afirmou que o primeiro dia de realização das provas ocorreu com tranquilidade. “O processo está muito bem organizado, tudo ocorrendo na mais perfeita normalidade e organização. A Facape, na pessoa do professor Remígio, está fazendo um excelente trabalho“, pontuou.

Larissa visitou as salas e desejou boa sorte aos candidatos. “Espero que todos possam fazer boas provas. A nossa rede espera contar com o trabalho de vocês. A Educação de Petrolina busca a excelência para nossos alunos“, ressaltou.

De acordo com a coordenação da seleção, foram produzidas três versões da prova, com 30 questões, para os diversos cargos. Ao total, mais de 5.600 pessoas se inscreveram para concorrer a 696 vagas disponíveis.

Prosseguimento

As aplicações seguem nesta quarta-feira (17) para os cargos de ensino médio, e na quinta-feira (18), para os de nível superior. Os portões são abertos a partir 7h. As provas iniciam às 8h (horário local) e os candidatos devem estar munidos de documento de identificação e cartão de inscrição. Não é permitido o uso de celulares ou qualquer aparelho eletrônico durante as provas. (Fonte/foto: Ascom PMP)

8 COMENTÁRIOS

  1. Por gentileza, façam a correção do texto em que afirmam que a seleção da SEDUC foi realizada no dia de ontem.Hoje ´são 16 de janeiro de 2017,hoje aconteceu esta seleção.

  2. Esse foi o processo seletivo que os professores ficaram realmente supresos com a desorganizacao dese o edital ate a aplicacao das provas. Colocaram questoes que o conteudo nao consta no edital.

  3. Eles colocaram questões de outras bancas na prova. As inscrições para todos os níveis custaram caro e eles estão copiando questões de outras bancas na prova, isso é plágio. O mínimo que poderiam fazer é elaborar a prova por completo, mesmo com todos os erros que ela sempre tem.

  4. Pecaram na organização , pois faltou placas de sinalização das salas, como também na organização da prova além de vários conteúdos que não contemplava no edital, as duas últimas questões de matemática estava no final da prova juntamente com conhecimento pedagógico . Falhas inaceitáveis para uma instituição deste nível.

  5. Como sempre falta organização e coerência, pois as questões foram copiadas da internet de provas que nem fazem parte da educação e os conteúdos não estão no edital, portanto tudo ocorreu tranquilo na concepção e no olhar do novo tempo, ou seja da forma que querem expor para o público, mas não tranquilo sob o olhar das vítimas que fizeram a abençoada prova, vamos ser mais flexíveis novo tempo?

  6. Pelo jeito a secretária é mais uma desinformada, elogiou a organização, quando na verdade o que vimos foi uma verdadeira desordem, nem o dever de casa foi feito, como sinalizar os espaços, a mair dificuldade para encontrar a sala, tive que sair perguntando a um e a outro, uma bagunça. Mas a secretária disse que estava organizado, pelo jeito ela nunca fez um concurso organizado, também indicada política não sabe mesmo o que é concurso. Informou ainda que são 3 tipos de provas, na verdade é um tipo só, questões copiadas da internet na íntegra e repetidas nos dois de provas, só não repetiu hoje porque cancelaram antes com tantas reclamações.

    Secretária antes de falar bobagem e mentirar procure se informar, quero ver um candidato ou candidata que diz que essa bagunça foi organizada, do dia até hoje, não consegui ouvir nenhum. É essa a excelência que prefeitura busca? Só lamento. Segue o texto da desinformada:

    Larissa visitou as salas e desejou boa sorte aos candidatos. “Espero que todos possam fazer boas provas. A nossa rede espera contar com o trabalho de vocês. A Educação de Petrolina busca a excelência para nossos alunos“, ressaltou.

    De acordo com a coordenação da seleção, foram produzidas três versões da prova, com 30 questões, para os diversos cargos. Ao total, mais de 5.600 pessoas se inscreveram para concorrer a 696 vagas disponíveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

3 × 2 =