PRF: Operação Corpus Christi em rodovias pernambucanas tem 50 acidentes, 27 feridos e 7 mortes

por Carlos Britto // 07 de junho de 2021 às 20:15

Foto: Nucom/PRF divulgação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou nesta segunda-feira (7) o balanço da Operação Corpus Christi 2021 nas rodovias pernambucanas, realizada entre os dias 2 e 6 deste mês. No período foram registrados 50 acidentes, com 27 feridos e sete mortes. Em 2020 não foi realizada uma operação específica para a data.

O acidente mais grave ocorreu na noite de domingo (6), no Km 26 da BR 316, em Araripina, Sertão do Araripe. Uma colisão frontal entre uma motocicleta e uma caminhonete resultou na morte de dois homens e uma mulher, que estavam na moto e não utilizavam capacete. Pelos vestígios verificados, a suspeita é de que o motorista da caminhonete tenha entrado na contramão da rodovia. Ele saiu do local do acidente antes da chegada da viatura. A Polícia Civil (PC) vai investigar o caso.

As ações buscaram contribuir com a segurança viária, a partir do direcionamento da fiscalização para locais e horários de maior incidência de acidentes graves. Em cinco dias, foram fiscalizados 1.299 veículos e 1.381 pessoas, sendo emitidas 1.457 autuações por diversas irregularidades. Destacam-se 110 por ultrapassagens em local proibido, 71 pelo não uso do cinto de segurança, 36 pela falta do capacete, 17 pela ausência da cadeirinha, além de 20 por alcoolemia, com um motorista detido sob efeito de álcool.

Para evitar colisões, foram retirados dez animais que estavam soltos nas rodovias e registradas 203,7 toneladas de excesso de peso em veículos de carga. Durante a operação também foram recolhidos 167 veículos irregulares e 212 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLVs). As ações de combate ao crime foram realizadas com o apoio de grupos especializados, para coibir assaltos, receptação, porte de arma e tráfico de drogas. Uma caminhonete roubada foi recuperada e 14 pessoas foram detidas por diversos crimes, como receptação, crime ambiental, alcoolemia e com mandado de prisão em aberto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *