Presidente do Sindicato dos Carteiros de Petrolina desabafa contra sobrecarga de trabalho: “Não há perspectivas de melhora”

6

antonio lira - pres associação dos carteiros petrolinaO presidente do Sindicato dos Carteiros de Petrolina, Antônio Lira, voltou a dizer que o serviço está sucateado e reclamou de sobrecarga de trabalho. Ao programa ‘Manhã no Vale’, da Rádio Jornal Petrolina, nesta quinta (18), Lira desabafou. “Não há perspectivas de melhora. Com menos trabalhadores, a demanda é maior”, avaliou.

Segundo Antônio Lira, apenas 30 carteiros estão trabalhando em Petrolina. “Existem 52 carteiros no papel, mas só temos 30 trabalhando. Se tivessem os 52 ainda não dava para suprir a demanda. Em Petrolina seriam necessários 70 carteiros para atender toda a cidade”, contou, lembrando que a categoria está em estado de greve: “Não estamos em greve, mas nossas negociações já começaram. A gente tem perspectiva de paralisação”.

Questionado sobre inúmeras ruas de Petrolina com o mesmo nome, o que dificulta a entrega de correspondências, Lira culpou os vereadores. “Quando eles [os vereadores] não têm o que fazer, saem mudando nomes de ruas. Não sou contra homenagear ninguém, mas que seja com responsabilidade”, disparou.

Ele também afirmou que os carteiros ainda não entregam correspondências nos novos residenciais da cidade. Uma solução para os moradores, desses locais, segundo Lira, é se dirigir à agência dos Correios, próximo à Catedral, no Centro, para fazer a retirada de correspondências. Questionado sobre a questão das poucas fichas distribuídas para o recebimento de correspondências na agência central, ele disse que isso não compete aos carteiros, mas sim à gerência local.

Justiça

Lira ainda disse que as pessoas que se sentirem lesadas de alguma maneira devem procurar a justiça para tentar resolver o problema. “O primeiro passo é que as pessoas saibam que o serviço é precário e procurem seus direitos, através do Prodecon e o Ministério Público”, disse, clamando: “Não desistam dos Correios públicos de qualidade”. Com a palavra, os Correios.

6 COMENTÁRIOS

  1. ESSES CARAS SÃO UMA PIADA, SÓ VIVEM EM GREVE E AINDA RECLAMAM DO AUMENTO DA DEMANDA (OU SERIA ACUMULO DE SERVIÇO?), DO JEITO QUE ELES TOCAM AS COISAS PODEM CONTRATAR 5000 FUNCIONÁRIOS QUE A SITUAÇÃO VAI CONTINUAR A MESMA (OU PIORAR)…TRABALHAR QUE É BOM NADA!

  2. CONCORDO COM FÁBIO JR. E VOU MAIS ALÉM, SERIA MUITO BOM, E NÃO VAI FAZER FALTA ERA ACABAR COM OS CORREIOS. QUE SERVIÇO É ESTE QUE SÓ RECEBEMOS AS CORRESPONDENCIA 90 DIAS DEPOIS. VAMOS ACABAR, SERIA MENOS UMA MAMATA DESTES MALAS.

  3. os correios aqui em petrolina é disparado o pior serviço, é um desrespeito total com quem precisa desse serviço, entendo plenamente o déficit de profissionais, já fui prejudicado por várias vezes, não posso deixar de colocar a minha opinião a respeito.

  4. E a culpa é de quem? Dos funcionários? Claro que não. É dos corruPTos que acabaram com os Correios, a Petrobrás, e roubaram nosdo país – sucatearam muitas estatais, roubando e propinando.

  5. Engraçado quando ele diz que se algum morador que desejar fazer a retirada de suas correspondências basta se dirigir aos correios , onde eu que moro na cohab 6 e tenho varias correspondencias importantes pra receber fui até lá e a resposta que obtive foi que eram correspondencias simples e que eu deveria esperar a situação se regularizar ; isso sem contar que madrugamos na porta pra tenta pegar umas das 40 ficha pra agendar a retirada !

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome