Presidente da Associação Nacional dos Procuradores afirma: “Se ministro tivesse que cair, teria que cair toda a cúpula da PF”

1

jose-robalinho-associacao-dos-procuradores

O presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), José Robalinho Cavalcanti (foto), deu uma declaração no mínimo polêmica em relação ao episódio envolvendo o ministro da Justiça Alexandre de Moraes, acerca da Operação Lava-Jato, da Polícia Federal (PF), que prendeu na última segunda-feira (26) o ex-ministro da Fazenda no Governo Lula, Antonio Pallocci.

Moraes tinha dito, um dia antes, a integrantes do Movimento Brasil Livre (MBL) que “teve a semana passada e esta semana vai ter mais, podem ficar tranquilos. Quando vocês virem esta semana, vão se lembrar de mim”, referindo-se a novas operações da PF. Coincidência ou não, na segunda-feira Pallocci foi detido.

Em entrevista à Rádio Jornal, no Quadro ‘Passando a Limpo’ nesta quarta (28), José Robalinho admite que a declaração “foi infeliz, mas não comprometedora”. E disse mais: “se o ministro tivesse que cair, teria que cair toda a cúpula da Polícia Federal junto”.  (foto: ANPR/reprodução)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome