Prefeitura mantém força-tarefa para levar água a famílias na Zona Rural de Juazeiro

por Carlos Britto // 29 de setembro de 2022 às 06:58

Foto: Ascom PMJ/SAAE divulgação

Em Juazeiro (BA), o Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE) tem unido esforços para levar água potável às famílias da zona rural, principalmente na área de sequeiro do município. Em Itamotinga, por exemplo, o caminhão-pipa, de tanque laranja, com 16 mil litros tem levado água a milhares de famílias de povoados como Bargado, Serra da Madeira, Vermelho dos Costas, Muquém, Monte Alegre, Barra Bonita, Camaleão, Mina, Saco da Mina, Jaburú, Santana, entre outros.

O trabalho é coordenado pela Defesa Civil de Juazeiro. “Estamos atentos às demandas do interior com relação ao abastecimento de água. A prefeitura é sensível a essa causa“, explica o coordenador Ramiro Cordeiro.

A prefeitura também mantém dois caminhões-pipas abastecendo as famílias no Salitre. Cada um com 9 mil litros, os veículos levam água para as comunidades do Junco, Marruá, Pau Preto, Goiabeira, Umbuzeiro, entre outros. Água potável para o consumo humano.

A prefeita Suzana Ramos pediu atenção especial para a população do interior. Estamos fazendo a nossa parte, e tudo com recursos próprios do município”, ressalta o diretor do SAAE, Britoaldo Alves Bessa.

Prefeitura mantém força-tarefa para levar água a famílias na Zona Rural de Juazeiro

  1. otavio disse:

    A preocupação da Prefeita de Juazeiro em levar água para essas comunidades é compreensível e merece os nossos respeitos, mas infelizmente isso não é a solução. As comunidades do Salitre já têm água do Projeto de Irrigação Salitre. Junto ao Governo Federal pode-se pleitear Sistemas Simplificados de Abastecimento D´água Tratada partindo-se dos canais do Projeto. Quer mais? quer mais água inclusive para a irrigação dessa área que vai da Barragem de Sobradinho até o Povoado do Junco, e perenização do Rio Salitre e Tautaí até a foz no Rio São Francisco? basta aproveitar o Canal da Batateira, fazer uma derivação até o Povoado Junco. É uma área muito grande que poderá ser beneficiada com água muito mais barata do que do Projeto de Irrigação Salitre. Custo estimado para a obra? R$ 90 milhões. É muito? não, tendo em vista o custo o custo benefício. Carro pipa é atraso. Tem-se que procurar a CODEVASF para essas ações.

  2. otavio disse:

    Onde estão os Deputados Federais eleitos pelos Municípios de Juazeiro e Sobradinho que não reivindicam concluírem o Canal da Batateira? no final desse canal pode-se fazer uma pequena elevatória para 12,0 metros e jogar num canal que irá por gravidade até o Rio Salitre, isto é, será preciso apenas uma elevatória a Montante da Barragem de Sobradinho, jogando água no Canal da Batateira e depois mais uma pequena elevatória para o Rio Salitre. Água bem mais barata do que carro pipa e do Projeto de Irrigação Salitre. A área a ser beneficiada vai da Barragem de Sobradinho a até o Povoado do Junco e Foz do Rio Salitre, mais a perenização do Rio Tatauí.Um canal bem mais simples de administrar do que a Transposição do São Francisco, sem precisar indenizar os donos das terras, isto é, sem precisar expulsar os donos das terras de suas terras. Já imaginaram a vida que terá as terras entre Sobradinho e o Rio Salitre? alguém tem de provocar o Governo Federal, é um projeto simples que vai beneficiar pelo menos 700 famílias, que deixaram de ser um estorvo para os governos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.