Prefeitura e ambulantes de Petrolina chegam a consenso e comércio informal de frutas e verduras será realizado em local próprio

0
Foto: Felipe Pereira/Ascom PMP divulgação

A Prefeitura de Petrolina de mais um passo para melhorar o reordenamento público na área central da cidade. A partir da próxima segunda-feira (10), os comerciantes informais de frutas e verduras que atuam espalhados no centro comercial vão trabalhar em um local estabelecido em acordo com a Associação de Feirantes, Ambulantes, Barraqueiros e Camelos de Petrolina (AFEABACAP) e a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (SEDURBS).

O espaço destinado ao comércio informal de hortifrutigranjeiros fica localizado na Rua Governador Eraldo Gueiros Leite, também no Centro, a menos de 100 metros do Mercado do Turista, onde funcionou um ponto de transporte alternativo. A ideia é que cerca de 30 comerciantes – incluindo seis que comercializam feijão – possam desenvolver suas atividades diariamente. Eles foram previamente cadastrados juntos à Prefeitura de Petrolina, através da AFEABACAP, que ainda ficará responsável por distribuir os espaços de acordo com critérios próprios.

O acordo foi firmado pelo diretor de Disciplinamento Urbano e Atividades Licenciadas, Cícero Dirceu da Silva, que representou o secretário da SEDURBS, Giovanni Costa; pelo comandante da Guarda Civil Municipal, Adroaldo Coelho; e pela presidente da AFEABACAP, Elane Gomes Henrique, na tarde desta segunda-feira (3). Cerca de 20 comerciantes participaram do encontro. “Todos os ambulantes estão conscientes de que agora o local de trabalho deles é esse. Então, quem voltar para a rua, infelizmente, vai estar desacobertado, porque nós temos um acordo que precisa ser cumprido. Ninguém mais vai trabalhar preocupado em ter sua mercadoria apreendida a qualquer momento”, comemorou a representante.

A ação integra o Programa ‘Calçada Livre’, que visa ao reordenamento do Centro da cidade. “A melhor forma de construir esse processo é através do diálogo, como sempre orienta o prefeito Miguel Coelho. A partir de agora, as ruas do Centro vão ficar mais livres, lembrando que a partir da próxima segunda-feira, não será mais permitido comercializar esse tipo de produto em outros locais da cidade. Este foi apenas o primeiro passo e outras medidas ainda estão sendo planejadas para melhorar a mobilidade urbana através do uso consciente das calçadas do centro da cidade“, destacou. As informações são da assessoria da PMP/SEDURBS.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome