Prefeitura diz que interdição da Estrada da Banana vai evitar acidentes graves

5

GraçaDSC_0603 (640x427)A Empresa Petrolinense de Trânsito e Transporte Coletivo (EPTTC) interditou no início da noite desta terça-feira (08), um trecho da rodovia estadual PE 633, na Avenida Marechal Hermes da Fonseca, localizada no bairro Antonio Casimiro. O trecho foi interditado porque as placas da ponte que tem sua base formada por entulhos ameaça cair, colocando em risco a vida das pessoas que transitam no local.

De acordo com o secretario de Infraestrutura e Mobilidade Urbana de Petrolina, Ricardo Rocha foi decidido interditar a Avenida para evitar algum acidente. “A Prefeitura Municipal de Petrolina (PMP) não pode solucionar este problema, pois se trata de uma rodovia estadual e cabe ao Departamento de Estradas de Rodagem de Pernambuco (DER-PE) resolver a situação. Temos que fazer isso para evitar acidentes graves”, alega Rocha.

A secretária de Infraestrutura e os moradores do local já enviaram um ofício para o Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania, Carlan Carlo da Silva, para que o problema seja resolvido e aguardam uma resposta da promotoria.

A presidente da Associação do bairro Antonio Casimiro, Graça Marcelino afirma que a ponte está em péssimas condições há de três meses, e que a chuva da noite anterior agravou ainda mais a situação.

5 COMENTÁRIOS

  1. A prefeitura não pode intervir por ser uma rodovia estadual, mas a EPTTC autorizou os moradores a instalar lombadas de forma irregular por toda a via!! Eu realmente não entendo como isso funciona
    Oh Ricardo Rocha, dá pra explicar?

  2. O fato do trecho estar interditado, não impede a prefeitura faça uma melhoria emergencial na primeira rua do Antônio Cassimiro, para que os veículos façam o desvio por lá, assim como foi da outra vez que teve a interdição.

    Ricardo Rocha, dá pra deixar a via lá do Cassimiro, transitável? Da outra vez foi um sufoco passar por lá, era buraco, esgoto, lama…

    Afinal, essa EPTTC serve pra que dentro de Petrolina? É só pra arrecadar dinheiro com multa e zona azul e autorizar o povo a fazer coisa errada?

  3. Quando é para criticar o prefeito por omissão, diz que a rodovia é municipal, quando a prefeitura atua, os críticos vem dizer que a rodovia é estadual, tendo sido até nominada, nem eu sabia que se chamava PE 633. Vá entender essa oposição.

  4. Interessante que é dentro da cidade, a falta de compromisso com o povo independente de ser uma PE ou não, senhor prefeito e apenas algumas placas é só repor. Sera que a comunidade vai ter que fazer esta iniciativa? que não custa nada para o município! é para o bem da população que lhe elegeu, esperar que aconteça acidente para resolver o problema, e lamentável. E esta bendita praça é de responsabilidade de quem? que fica ão lado do esgoto (canal)que começarão mais não terminarão, agora isso é apenas algumas placas e o problema esta resolvido por enquanto pois acostamento fica pra depois não é PE.

  5. Não importa se é estadual ou municipal! o fato é que a circulação de veículos sobre a “ponte” é um risco, o fato é que algo deve ser tomado para melhorar o fluxo d’água no local, a passagem de água sob a rodovia é muito curta, e por isso causa grandes transtornos na chuva intensa, isso precisa ser solucionado seja pelo Governo Estadual ou Municipal

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome