Prefeitura diz que área pública na Cohab Massangano utilizada como ‘loja’ de material de construção deve ser desocupada; homem que trabalha no espaço se defende

5
Área pública ocupada na Cohab Massangano. (Foto: Arquivo Pesoal)

A prefeitura de Petrolina enviou nota a este Blog informando que uma área pública utilizada como ‘loja’ de material de construção, na Rua 19 da Cohab Massangano, zona oeste da cidade, deve ser desocupada até a próxima segunda-feira (23). O fato foi retratado por este Blog na última quinta-feira (18), quando moradores levantaram questionamento e sugeriram que alguma benfeitoria para a comunidade poderia ser feita no local.

Ontem (19), o dono do material, Manoel Almir Ribeiro, de 59 anos, procurou a reportagem do Blog para se manifestar sobre o assunto. Ele disse que ocupou o espaço no final do ano passado e foi notificado pela prefeitura no dia 5 de dezembro. No dia seguinte, 6, alguns moradores da área fizeram um abaixo-assinado pedindo a permanência dele no local, pois o mesmo tinha limpado o terreno e estava promovendo melhorias no espaço, que sempre foi utilizado para descarte de lixo e entulhos.

Manoel Almir Ribeiro fez a limpeza da área e vende materiais de construção no local. (Foto: Blog do Carlos Britto)

Seu Manoel disse que mora na comunidade há mais de 30 anos e o terreno nunca serviu para outra coisa, além de ser ponto de lixo e entulho. Ele afirmou que, após a notificação do ano passado, ele falou com o setor responsável da Prefeitura, que teria prometido “avaliar” a situação dele. Até agora, segundo seu Manoel, ninguém tinha se manifestado sobre esse assunto e ele disse que já plantou até árvores no terreno.

Ele alega que todos da rua gostam dele e, por isso, se sentiram gratos por ele ter limpado o terreno e conservar o espaço do jeito que está. No entanto, conforme a nota da Prefeitura, caso ele não o faça até a próxima segunda-feira (23), “estará sujeito à apreensão de toda a mercadoria”.

5 COMENTÁRIOS

  1. Hoje em dia é assim. Se o sujeito quer ter uma vida honesta, trabalhando no dia a dia, de sol a sol, é recriminando, é colocado como fora da lei pelas autoridades. Por isso temos tantas pessoas, que desiste de ser honesto e parte pra bandidagem. Infelizmente os administradores que temos, estão no poder por que colocamos. Mas saibam senhores, que este mesmo povo que os colocou na administração pública, também os tira. Força Sr. Manoel Almir…

    • Sei que a prefeitura é relaxada e não cuida do que deveria cuidar mas se o povo do local fosse organizado não jogaria entulho e lixo no local, e sim vendo que a prefeitura não cuidava a povo que mora no local em vez de jogar lixo deveria ter reunido limpado o mato e plantado árvores e transformado o local num parque para a comunidade e a molecada se divertir, não importa o que o cara fez no local, o que ele fez foi invadir uma propriedade particular e construir nela isto é invasão que é crime perante a lei, este é o mal do nosso país hoje comete-se um crime e a população acha normal.

  2. Este órgão público deveria tomar providência no centro da cidade que as calçadas viraram feira livre,não existe mais feira da Areia Branca e José e Maria?E os sons nas lojas cada um mais alto que a outra,o centro da cidade tá uma verdadeira bagunça,todos os dias tem turistas na cidade e a impressão que fica do centro é que não tem prefeito,tá uma cidade abandonada,só tem mercenários.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome