Prefeitura de Petrolina repudia agressão contra médica em UBS do Mandacaru

por Carlos Britto // 28 de janeiro de 2022 às 18:43

Foto: Ascom PMP/SMS divulgação

Em nota, a Prefeitura de Petrolina se pronunciou sobre a agressão sofrida na tarde da última quarta-feira (26) por uma profissional médica na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Bairro Mandacaru, zona norte da cidade, e disse repudiar tal atitude. Confiram:

Na tarde da última quarta-feira (26), um episódio desagradável ocorreu na Unidade Básica de Saúde do bairro Mandacaru. A médica da unidade foi agredida por uma paciente que não quis esperar atendimento, e nem passar pela triagem. A paciente, então, agrediu de forma verbal e física a profissional.

A Prefeitura de Petrolina, através da Secretaria de Saúde, repudia qualquer forma de agressão aos seus servidores e informa que a médica já registrou o boletim de ocorrência na delegacia da cidade. Ela estava acompanhada por testemunhas que presenciaram tudo que aconteceu. 

Vale ressaltar que desacato ao servidor é considerado crime pelo Código Penal Brasileiro, em seu artigo 331, que destaca “desacatar funcionário público no exercício da função ou em razão dela: Pena – detenção, de seis meses a dois anos, ou multa”.

PMP/SMS Ascom

Prefeitura de Petrolina repudia agressão contra médica em UBS do Mandacaru

  1. Otaviano Alves Cajui disse:

    A culminância da ignorância, é quando a ignorância suplanta a todas as regras de civilidade. Pois não se explica e não tem cabimento tamanha barbare.

  2. Antônio Marques de Siqueira disse:

    Nada justifica uma agressão,. Mais quando o paciente é tratado como lixo e largado a própria sorte em um banco de um hospital, quando alguns profissionais que deveriam cuidar fazem pouco caso, não vemos acontecer nada. A verdade é que do outro lado também existe uma agressão embora não seja física mais existe…

  3. E os maus tratos dos médicos para com a população a prefeitura também repudia?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.