Prefeitura de Juazeiro comemora sucesso da 12ª Expovale

0
12ª Exposição de Caprinos e Ovinos do Vale do São Francisco (Expovale), em Juazeiro-BA. (Foto: Divulgação)

A 12ª Exposição de Caprinos e Ovinos do Vale do São Francisco (Expovale) foi encerrada no domingo (13), em Juazeiro (BA). O evento realizado pela prefeitura municipal, através da Agência de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária (ADEAP) e da Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos do Sertão do São Francisco (ACCOSSF), reuniu dezenas de expositores e animais das mais variadas raças. A feira tem evidenciado anualmente a caprinovinocultura do Vale do São Francisco – um dos setores que cresce significativamente em Juazeiro e tem contribuído com o crescimento econômico da região.

Para o prefeito Paulo Bomfim, o evento proporcionou uma maior pujança do setor no Vale do São Francisco. “A atividade tem uma grande importância, pois gera empregos, movimentando a economia positivamente. A nossa região possui um dos maiores rebanhos de caprinos e ovinos do Brasil, e esse potencial vem sendo reconhecido cada vez mais. A Expovale cresce a cada ano e é um orgulho para nossa região”, ressaltou o prefeito.

Exposição de animais, estandes institucionais, leilão e premiações fizeram da 12ª Expovale um marco para a caprinovinocultura da região. O evento também contou com uma grande novidade: a Copa Boer – campeonato realizado pela primeira vez, voltado para criadores de caprinos da raça.

A Expovale contou com a presença de produtores dos estados de Pernambuco, Piauí e Bahia. “A exposição tem uma grande importância no município, pois fortalece o setor e tem possibilitado a melhoria genética do rebanho. Recebemos produtores do Nordeste que são responsáveis pela realização desse grande evento, juntamente com as instituições parceiras. Além do volume de negócios, a Expovale tem possibilitado a geração de emprego e renda para o Vale do São Francisco”, enfatizou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária, Tiano Felix.

Números

A caprinovinocultura movimenta no Vale do São Francisco mais de R$ 228 milhões durante o ano, gerando emprego e renda para inúmeras famílias e impulsionando a economia local. Dentre os Estados do Nordeste, a Bahia é o que possui o maior rebanho de caprinos – cerca de 4,1 milhões de cabeças, correspondentes a 42,2% do total nordestino e 39% do efetivo nacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome