Prefeitura de Casa Nova realiza Dia de Campo sobre degradação nas áreas dos Parques Eólicos

0
Foto: Gil Castro

A Prefeitura de Casa Nova, no norte da Bahia, em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), promoveu nessa quarta-feira (17), na Jazida de Ademar José de Castro, a 23 km do município, um Dia de Campo sobre a recuperação de áreas degradadas dos parques eólicos.

O município tem investimentos que chegam a quase um R$ 1 bilhão na instalação de parques eólicos e se prepara para fornecer milhares de megawatts para o Brasil, tornando-se uma referência nacional na geração de energia limpa.

De acordo com o prefeito da cidade, Wilker Torres (PSB), algumas alterações acabam influenciando negativamente na produção da energia eólica. “A energia produzida é limpa, renovável, mas a área ocupada no território de Casa Nova para implantação destes parques sofre alterações de todos os tipos. São inúmeras variáveis, que atingem desde o humano, com alterações de relação nas comunidades, novas formas de renda, até os males causados à fauna e flora”.

Sobre a ação

O dia de campo discutiu o andamento dos trabalhos e os meios de recuperação de seis áreas degradadas (jazidas) nos parques eólicos da cidade, aprofundado o conhecimento sobre as principais características dos solos das jazidas, reimplantação de espécies no terreno, além do uso de ferramentas de apoio para caracterização do campo.

A ação teve a participação do secretário de Agricultura de Casa Nova, Pedro dos Santos Costa (Pedrinho da Vanda), do pesquisador Rebert Correia e da representante da Embrapa Semiárido, Katellyn Nascimento, além de produtores, pesquisadores, estudantes e moradores das comunidades onde são instaladas as jazidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome