Prefeitura endurece e adota medidas mais rígidas após queda no isolamento em Petrolina

12
Foto: Alexandre Justino

A partir desta sexta (8) o estacionamento do centro comercial de Petrolina será proibido, com exceção de vagas em serviços essenciais como farmácias, bancos, loterias, mercados e clínicas. Além disso, a Guarda Civil Municipal (GCM) e a Polícia Militar (PM) farão blitzes conjuntas nas lojas do Centro, orla e pistas de caminhadas em avenidas da cidade. O objetivo é reduzir a concentração de pessoas e garantir a prevenção contra o novo coronavírus (Covid-19), já que houve uma queda no isolamento social no município.

As medidas foram acordadas em reunião nesta quarta (6) com a presença do prefeito Miguel Coelho, representantes da PM e GCM. Ficou decidido que serão adotadas duas fases nessa fiscalização mais rigorosa. De amanhã a domingo (10), as blitzes terão um caráter mais educativo, notificando os lojistas e informando a população que descumprir os decretos da quarentena. A partir da segunda (11), as equipes tomarão medidas mais coercitivas, como suspensão dos alvarás de funcionamento das lojas que infringirem o decreto estadual e retirada pela polícia de pessoas que insistirem em trafegar por locais bloqueados na orla e avenidas da Integração, Monsenhor Ângelo Sampaio, Ulysses Guimarães, Estrada da Banana e Integração. 

Quanto à restrição de estacionamento no centro comercial, serão bloqueadas vagas em vias como a Souza Junior, Dom Vital, Souza Filho e adjacências. O efetivo da Autarquia Municipal de Mobilidade (AMMPLA) irá multar os infratores e remover os veículos em local sem autorização. 

Queda do isolamento 

O Governo de Pernambuco passou a informar às prefeituras, desde a segunda (4), sobre o nível de cumprimento do isolamento nos municípios. Petrolina apareceu com cerca de 40% de isolamento, quando o recomendado é acima de 60%. Esse percentual, segundo especialistas do Ministério da Saúde e Organização Mundial de Saúde (OMS), é decisivo para reduzir a propagação do novo coronavírus nas cidades.

12 COMENTÁRIOS

  1. Uma sugestão: A Prefeitura poderia fiscalizar as feiras livres, hospitais e usuarios de transportes publicos que são onde ocorrem muitas aglomerações e definir a obrigatoriedade de uso de mascaras. Com esta medida iria evitar a proliferação de vírus., Covid, H1N1 e outros.

  2. Boa Tarde!
    É preciso nominar não só o prefeito, como também a demais autoridades que se fizeram presentes na reunião. Não são apenas representantes e sim comandantes das suas unidades.

  3. Boa Tarde!
    É preciso nominar não só o prefeito, como também as demais autoridades que se fizeram presentes na reunião. Não são apenas representantes e,sim comandantes das suas unidades.

  4. Nas caminhadas na ORLA não há aglomeração, pois as distâncias são de mais de 50,00 metros, então isso é paranoia. Quer queiramos quer não, mais de 70% da população terá de ser infectada para que se adquira os anticorpos necessários para a imunização e o vírus perca poder, isso é o que se sabe de todas as pandemias, claro que o isolamento irá reduzir num espaço de tempo, diminuindo a necessidade de UTI’s num mesmo período. Nem se sabe ainda se a pessoa que já teve o COVID 19 desenvolvido está imune. Existe uma disseminação de idéias com outros intuitos. O Vírus é Chinês, embora tenha até setores de dentro de Organizações dos” Direitos Humanos”, que recriminam quem diga isso, dizem até que é homofobia, mas se essa porcaria tivesse saído da Amazônia, o que não seria de todo impossível, dada as condições em que os índios vivem, e os que se dizem defensores dos Direitos Humanos querem que os índios permaneçam assim, há muito já teria execrado o Presidente Bolsonaro, que a culpa era dele por autorizar queimadas, o que é uma mentira deslavada que a Globo tem procurado disseminar. O Presidente jamais autorizou ou vai autorizar queimadas na Amazônia, até aqui na Caatinga existem regras bem definidas para desmatamentos, e, tem órgãos que fiscalizam esses desmatamentos, existem Leis, existe penalidades para que infringir essas Leis. O Vírus é de origem Chinesa sim, e o mundo inteiro está investigando se foi criado ou não. Acho inclusive que a China tem que indenizar todos os danos causados ao MUNDO. O POVO precisa trabalhar, não tem economia nenhuma que resista a essa paralisação.

  5. Esticando demais a corda que ela arrebenta. Temperança é sempre uma grande virtude. Mais ainda nas crises. Há que se ter temperança, sobretudo quando a decisão de um implica vida de muitos outros. “Para cada povo e região, medidas diferenciadas e adequadas.”
    Em ano de eleições, convém lembrar, não basta que os eleitores estejam vivos para votar, precisam estar vivos e contentes.
    Liberdade é coisa arriscada de negociar, o preço nunca é justo.

  6. Ótimo, precisamos mantém é 70 % de isolamento, fechar as estradas e aeroporto para evitar pessoas vindo de outras regiões como a capital, consciência minha gente!

  7. Histeria Coletiva!
    1. É preciso mais do que nunca fazermos exercícios físicos! E tanto melhor ao ar livre!
    2. Precisamos incentivar o uso de hidroxicloroquina (que baixa a imunidade do virus) junto com o medicamento que ataca o vírus, logo nos primeiros sintomas da anomalia em nosso organismo.
    3. Não fizeram nenhuma pesquisa SÉRIA com pacientes que têm LUPUS, MALÁRIA ou outra doença para saber se eles – por já estarem utilizando a CLOROQUINA – são menos sucetíveis ao vírus chinês.
    4. Se os packings houses estão trabalhando a todo vapor – e olha que lá não tem essa de espaçamento não! – por que não podem os lojistas abrirem as lojas? E, com cuidado, atenderem o público? Até baterias para celulares estão faltando! Óticas! Estão tentando acabar apenas com o vírus sem prestarem atenção que a economia está indo para a cucuia.
    Bando de idiotas!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome